Mineiro acusado de agredir a namorada volta a ser preso em Tampa, FL

Erick Bretz está sendo acusado de agressão doméstica por estrangulamento e dano corporal grave

0
1981
Melissa Gentz, usou as redes sociais para denunciar as agressões, em 2018 (foto: instagram Melissa Gentz)
Melissa Gentz usou as redes sociais para denunciar as agressões em 2018 (foto: instagram Melissa Gentz)

A polícia do condado de Hillsborough, na Flórida, prendeu, mais uma vez, o estudante mineiro Erick Bretz, 27, acusado de agredir a namorada Melissa Gentz.

A prisão aconteceu no dia 22 de outubro, mas só agora foi divulgada. Segundo a assessoria de imprensa do Hillsborough County Sheriff’s Office, Bretz está sendo acusado de agressão doméstica por estrangulamento e dano corporal grave. Ele irá passar trinta dias na prisão.

O caso de violência pelo qual ele está sendo acusado aconteceu em 2018, em Tampa, quando o casal tinha apenas três meses de namoro. Na época, Melissa Gentz, então com 22 anos, usou as redes sociais para denunciar as agressões e postar fotos dos hematomas causados pela violência sofrida pelo namorado. As imagens viralizaram e provocaram uma onda de reações de celebridades em torno da causa.

A atriz e modelo Luiz Brunet usou seu instagram para comentar: “Mulheres, pelo amor de Deus, prestem atenção nos sinais. Pelo amor de Deus, vamos nos unir, já passou da hora.”

Bretz chegou a ser preso, mas foi liberado após pagar fiança de $7,5 mil.

Em setembro de 2020 ele foi detido mais uma vez por espancar outra mulher com quem estava se relacionando. Entretanto, a vítima retirou a queixa após negociar com os advogados do acusado.

Na ocasião, a mãe do agressor, Monica Bretz, comentou que o caso era uma “briguinha boba de namorados “e que “a menina que divulgou está querendo aparecer”.