Mineiro preso em 2018 por violência doméstica é detido pela segunda vez na Flórida

Erick Bretz foi preso pela segunda vez no dia 5 de setembro por agressão à namorada, mas foi solto logo em seguida após ela retirar a denúncia

0
2212
Erick Bretz (Foto: Osceola County Daily Arrest)
Erick Bretz foi preso em Osceola County, FL (Foto: Osceola County Daily Arrest)

O brasileiro Erick Bretz foi preso novamente no último dia 5 de setembro, em Osceola County, Flórida, após ter agredido a atual namorada.

Bretz ficou conhecido em 2018 quando espancou a modelo Melissa Gentz com quem tinha um relacionamento à época.

O caso atual foi relatado pela própria Melissa, que usou as redes sociais para comentar a agressão.

“A pessoa que me agrediu em 2018 foi presa novamente. Foi preso por bater em uma mulher novamente e tomar o celular dela”, disse em um vídeo postado no instagram.

Ela também disse que soube pelos advogados dela que a vítima procurou a polícia, denunciou a agressão, mas depois teria entrado em um acordo com a família e os advogados de Erick e retirou a denúncia.

“Pensei que ela fosse se unir a mim, mas não. Ela não quer seguir e frente com o caso dela. Ela resolveu negociar com o agressor”.

Em conversa com o portal G1, a mãe do suspeito, Mônica Bretz, disse que o filho passou apenas um dia na prisão na Flórida, e foi solto.

“Aqui está tudo normal. Ele ficou preso por um dia, briguinha boba de namorados. A menina que divulgou está querendo aparecer”, disse.

Bretz é natural de Belo Horizonte (MG) e na época da primeira agressão pagou uma fiança de $7.5 mil e foi  solto.