“A Dona da História” vence Festival de Cinema Brasileiro em Miami pelo voto popular

0
1169

O longa metragem ‘A Dona da História’ e o curta metragem ‘O Xadrez das Cores’ são premiados como os melhores filmes do festival

Encerrada com a apresentação da divertida comédia ‘O Casamento de Romeu e Julieta’, a nona edição do Festival de Cinema Brasileiro em Miami teve como os ganhadores ‘A Dona da História’, de Daniel Filho, e ‘O Xadrez das Cores’, de Marco Schiavon, escolhidos pelo público como o melhor longa e o melhor curta metragem do festival respectivamente.

A escolha do público não coincidiu com a dos jurados, que indicaram o longa metragem ‘Cazuza – O Tempo Não Pára’, de Sandra Werneck, e o curta ‘O Retrato do Artista’, de Hugo Moss, como os preferidos.

Os demais premiados foram: Melhor Roteiro Curta: ‘Hugo Moss – O Retrato do Artista’; Melhor Roteiro Longa: ‘Jorge Furtado e Guel Arraes – Meu Tio Matou um Cara’; Melhor Fotografia Curta: ‘Rojer Madruga – Mamãe Tá na Geladeira’; Melhor Fotografia Longa: ‘Jacob Sarmento Solitrenick – Bens Confiscados’; Melhor Direção de Arte Curta: ‘Eugênia Maakaroun – Mamãe Tá na Geladeira’; Melhor Direção de Arte Longa: ‘Tule Peake – O Redentor’; PrêmioTAM: ‘Bendito Fruto”, de Sergio Goldenberg; Melhor Filme pela escolha da Mídia: ‘A Dona da História’.

O prêmio de Melhor Ator ficou com Daniel Oliveira, por sua interpretação em ‘Cazuza – O Tempo Não Pára’, e o de Melhor Atriz foi para Marieta Severo, pelo papel de Carolina em ‘A Dona da História’. Ricardo Mehedff, de ‘Capital Circulante’, arrebatou o prêmio Lente de Cristal como o Melhor Diretor de Curta Metragem e Jorge Furtado, de ‘Meu Tio Matou um Cara’, faturou o prêmio Lente de Cristal como o Melhor Diretor de Longa Metragem.