Ação da PF do Brasil desbarata quadrilha que promovia imigração ilegal para os EUA

A Polícia Federal agiu em cooperação com o Serviço de Imigração e Controle de Aduana dos Estados Unidos da América (ICE), na quarta-feira (31/8), no município de São Raimundo das Mangabeiras (MA)

0
1018
Esses são alguns dos itens apreendidos pelos policiais ao capturar os supostos coiotes maranhenses (Foto: gov.br)
Esses são alguns dos itens apreendidos pelos policiais ao capturar os supostos coiotes maranhenses (Foto: gov.br)

A Polícia Federal, em cooperação com o Serviço de Imigração e Controle de Aduanas dos Estados Unidos da América (ICE), deflagrou na quarta-feira (31/8), no município de São Raimundo das Mangabeiras/MA, a Operação Hancornia, visando combater a atuação de organização criminosa internacional especializada na prática do crime de promoção de imigração ilegal. Os investigados são responsáveis por promover a imigração ilegal de maranhenses para os Estados Unidos.

Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva, expedidos pela Justiça Federal do Maranhão em decorrência de representação da Polícia Federal.

A investigação demonstrou que os criminosos cobram grandes quantias das vítimas para introduzi-las no território americano, todavia essas pessoas acabam sendo presas e eventualmente deportadas para o Brasil. As vítimas que porventura conseguem entrar no país devem trabalhar para pagar o restante da dívida contraída junto aos criminosos, sendo submetidas a condições análogas à escravidão.

Nesse esquema criminoso os investigados lucram vendendo facilidades que na realidade não existem e colocam em risco a vida e a liberdade das vítimas.

Os investigados poderão responder por crimes de promoção de imigração ilegal e organização criminosa, dentre outros, com a pena podendo ultrapassar 13 anos de prisão.