Adolescentes acusados pela morte de brasileiro em Winter Park vão para prisão domiciliar

Família está indignada com a decisão; julgamento será no dia 24 de fevereiro

0
4826
Roger foi espancado até a morte
Roger foi espancado até a morte

DA REDAÇÃO, COM CLICKORLANDO – Dois adolescentes acusados de espancar até a morte o brasileiro Roger Trindade, de 15 anos, em Winter Park (FL) em outubro, ganharam o benefício da prisão domiciliar.

Jesse Sutherland, de 15 anos, e Simeon Hall, de 15, foram presos sob acusação de homicídio culposo – quando não há intenção de matar.

Na quarta-feira (4), um juiz decidiu que os adolescentes poderiam cumprir a pena em casa até o julgamento marcado para o dia 24 de fevereiro. Eles estão sendo monitorados por GPS.

“Eles estarão livres e eu não tenho meu filho de volta. Eles são garotos perigosos”, disse Adriana Trindade, mãe de Roger. “Eu queria que eles ficassem presos por muito tempo para pensarem no que fizeram de errado”.

Roger Trindade foi encontrado inconsciente depois de apanhar na noite do dia 15 de outubro no Winter Park shopping. Ele foi levado para o hospital, mas morreu pouco tempo depois. A família vive em Orlando desde o início de 2015.

“Meu filho morreu por nada, por covardia. Isto é insano. Roger seria um ótimo pai, marido, mas agora ele não vai a lugar nenhum”, lamentou a mãe. “Eles nunca vão pagar o preço que estamos pagando”, completou Laura Thome, irmã da vítima.

O pai de um dos adolescentes preso disse que o filho estava sendo assediado na prisão e que teria perdido 16 pounds desde que foi preso. A acusação disse que os dois adolescentes agrediram um mendigo um dia antes de serem presos. Eles deram um nome falso por medo de terem mais problema com a polícia.

Como parte das condições da prisão domiciliar, os adolescentes não podem se aproximar de ninguém da família de Roger.

Jesse é um dos acusados de ter espancado o adolescente brasileiro
Jesse é um dos acusados de ter espancado o adolescente brasileiro