Agentes do USCIS – e não apenas juízes – poderão julgar casos de asilo nos EUA

Nova regra vai permitir que processos de solicitação de asilo andem mais rápido

0
1575
Agentes poderão processar casos de asilo (Foto ICE)

O governo Biden criou uma regra com objetivo de desafogar os milhares de processos de solicitação de asilo que estão pendentes à espera para serem deliberados por juízes de imigração.

Desde a última quinta-feira (24), agentes que trabalham nos escritórios do US Citizenship and Immigration Services (USCIS) estão aptos a avaliar se os processos de asilo são procedentes.

A nova medida é parte do esforço do governo em reduzir o tempo de espera de imigrantes que aguardam para terem seus casos de asilo processados. Com a aceleração do processo será possível determinar mais rapidamente se o solicitante é apto a receber o asilo ou se deve ser deportado para o seu país de origem.

Com a nova regra, se um agente garantir a proteção ao imigrante, ele poderá esperar nos EUA até a conclusão do processo sem a necessidade de comparecer à uma Corte imigratória na frente do juiz.

Atualmente, mais de 1.2 milhão de casos estão pendentes em tribunais de imigração, o que gera uma espera de pelo menos dois anos para que os estrangeiros tenham uma posição sobre o seu caso.

“O sistema atual para lidar com solicitações de asilo em especial na fronteira precisa passar por uma reforma”, disse o secretário de Homeland Security, Alejando Mayorkas.