Ainda compensa comprar produtos no exterior com a alta do dólar

Pesquisar preços nunca foi tão importante para os consumidores no mercado global

0
1036
Apesar da diferença cambial, produtos importados ficam mais baratos do que os vendidos no Brasil
Apesar da diferença cambial, produtos importados ficam mais baratos do que os vendidos no Brasil

É normal que com a alta do dólar as pessoas estejam mais cautelosas na hora de comprar algum produto do exterior. No entanto, mesmo com a cotação atingindo patamares históricos, o que impacta o preço dos produtos também no Brasil, ainda é possível comprar itens mais baratos lá fora. Empresas de economia compartilhada como a Grabr, plataforma que conecta consumidores e viajantes ao redor do mundo, oferecem oportunidades mais atrativas para quem deseja comprar algum eletrônico no exterior, por exemplo.

Segundo levantamento feito pela Grabr utilizando como as compras na plataforma, um dos itens mais desejados no momento é o Oculus Quest All-in-one, um óculos de realidade virtual, pode ter uma variação de até 55% no preço. No exterior, o equipamento custa, já com as taxas alfandegárias inclusas, R$ 2404 e no Brasil, até R$ 5299. Sua outra versão, o Oculus – Rift S PC-Powered, pode ser encontrado por R$ 2370 fora do país e por R$ 4009 em lojas brasileiras.

Também podemos utilizar como exemplo o iPhone 11 de 64 GB, que sai por R$ 3837 no exterior e R$ 5599 no Brasil, representando uma diferença de 31% nos valores. A garrafa térmica Stanley Classic Vacuum Bottle, que mantém a temperatura quente ou fria por 24h, pode ser encontrada no país por R$ 219, e fora por R$ 153, por meio da mala compartilhada.

“Acima de tudo, o brasileiro precisa se educar financeiramente e pesquisar preços. O dólar alto assusta, mas mesmo assim pode compensar na hora de comprar produtos. Plataformas como a Grabr surgiram para facilitar a vida das pessoas e oferecer alternativas para os valores exorbitantes cobrados no país”, aconselha Ivan de Castro, gerente de Marketing Brasil da Grabr.

* Valor da pesquisa no dia 03/12 com a cotação do dia de US$ 1 a R$ 4.19.