American Airlines anuncia suspensão de 700 voos para 15 cidades dos EUA

A suspensão deve ocorrer a partir do dia 7 de outubro, caso o Congresso não aprove a liberação de outros $25 bilhões em assistência à folha de pagamento

0
833
O debate sobre uma nova assistência às companhias aéreas está paralisado no Congresso americano (Foto: Wikimedia Commons)
O debate sobre uma nova assistência às companhias aéreas está paralisado no Congresso americano (Foto: Wikimedia Commons)

DA REDAÇÃO – A American Airlines Group Inc disse nesta quinta-feira (20) que planeja cancelar voos para 15 aeroportos dos EUA a partir do dia 7 em outubro, já que a demanda por viagens continua baixa por causa da pandemia do coronavírus.

O Congresso vem avaliando há semanas se concederá às companhias aéreas um outro socorro de $25 bilhões para manter o emprego de dezenas de milhares de trabalhadores dessas companhias, por pelo menos mais seis meses.

A American Airlines disse que o total de voos impactados com o corte, caso o Congresso não libere o recurso, será pouco mais de 700.

Atualmente, o debate sobre uma nova assistência às companhias aéreas está paralisado no parlamento americano, devido a outras pautas prioritárias que envolvem a pandemia de Covid-19.

Alguns legisladores consideram que Congresso e Casa Branca podem não chegar a um acordo até setembro.

Meses atrás, o governo americano repassou um pacote de ajuda às aerolíneas no valor de $25 bilhões para ajudar na folha de pagamento. À essas empresas, foi solicitado pelo Departamento de Transporte dos EUA que uma quantidade mínima de voos fossem mantidos até 30 de setembro. À época, a American Airlines recebeu $5,8 bilhões em assistência.

Mas diante da incerteza sobre um novo repasse, algumas companhias aéreas têm alertado os legisladores sobre a possibilidade de suspender voos para aeroportos menores já em setembro. Os aeroportos que deverão de deixar de receber voos da American Ailine:

Del Rio, Texas; Dubuque, Iowa; Florence, South Carolina; Greenville, North Carolina; Huntington, West Virginia; Joplin, Missouri; Kalamazoo-Battle Creek, Michigan; Lake Charles, Louisiana; New Haven, Connecticut; New Windsor, New York; Roswell, New Mexico; Sioux City, Iowa; Springfield, Illinois; Stillwater, Oklahoma, and Williamsport, Pennsylvania.

Os setores de viagens e transporte, incluindo hotéis, restaurantes, e companhias ferroviárias como a Amtrak, também estão buscando ajuda governamental para lidar com as perdas de recursos causadas pela pandemia.

Em nota , a U.S. Travel Association disse na quarta-feira que “as empresas e os trabalhadores não podem esperar até setembro ou depois da eleição. O Congresso deve se reunir imediatamente para aprovar uma legislação significativa.”