Anitta é a nova integrante do Conselho do Nubank

Banco digital quer usar a imagem da cantora para atrair público jovem

0
423
Funkeira terá assento no Board do Nubank (Foto: Renan Katayama/Flickr)
Funkeira terá assento no Board do Nubank (Foto: Renan Katayama/Flickr)

DA REDAÇÃO – Anitta, o maior ícone pop da América Latina da atualidade, e Nubank, o maior banco digital independente do mundo, anunciaram na segunda-feira (21) que a cantora se tornou membro do Conselho de Administração da empresa. Anitta vai participar de reuniões trimestrais com os outros seis conselheiros e a diretoria do Nubank para discutir decisões estratégicas do futuro do banco digital. A cantora terá um papel importante em ajudar a empresa a aprimorar ainda mais seus serviços e produtos.

Mais do que o crescimento exponencial do Nubank, Anitta se motivou pelo impacto real que os produtos têm causado na vida das pessoas. A cantora, que cresceu em Honório Gurgel, no subúrbio do Rio de Janeiro, conhece bem as dificuldades de quem procura um banco sem sofrer com tarifas, taxas abusivas e atendimento ineficiente. “É muito chato e constrangedor não conseguir ter acesso a produtos financeiros. Muita gente na América Latina sempre viveu de emprego informal. Como essas pessoas vão ter histórico de crédito? Fiquei impressionada ao ver o trabalho do Nubank em fazer com que milhões de pessoas se sintam incluídas, podendo ter uma vida financeira melhor”, explicou a cantora.

Para o banco digital, aliar-se à maior e mais influente artista do Brasil significa contar com sua expertise em construção de marcas. Anitta é uma empreendedora extremamente bem-sucedida que usou sua visão estratégica para expandir a carreira não só na América Latina e nos Estados Unidos, mas globalmente.

Warren Buffet também investiu no Nubank

A Berkshire   Hathaway, empresa do investidor mais famoso do mundo, Warren Buffett, anunciou este mês ter comprado $500 milhões em ações do Nubank na rodada de investimentos série G, de acordo com informações do Wall Street Journal. Buffett, que se desligou da Fundação Bill e Melinda Gates, anunciou que doará 99% de sua fortuna para instituições de caridade.

O investimento foi acompanhado de outro aporte de $250 milhões, que inclui investidores internacionais e nacionais, como a Sands Capital, Absoluto Partners e Verde Asset, do renomado gestor Luis Stuhlberger. Com isso, o valor de mercado do Nubank foi para a faixa dos $30 bilhões.

A série G do Nubank, iniciada em janeiro, cresceu para $1,15 bilhão e passou a ser a maior rodada de investimentos já realizada por uma empresa de tecnologia privada na América Latina.