Após 22 tentativas frustradas, Austrália aprova casamento gay

Agora, falta apenas a ratificação protocolar do governador-geral Peter Cosgrove, representante na Austrália da rainha da Inglaterra, Elizabeth II

0
1229
Reforma histórica entrará em vigor no sábado, dia 9 de dezembro de 2017
Reforma histórica entrará em vigor no sábado, dia 9 de dezembro de 2017

Depois de 22 tentativas barradas pelo Parlamento australiano desde 2004, os legisladores do país finalmente aprovaram nesta quinta-feira, 7, o casamento entre pessoas do mesmo sexo. A mudança de posicionamento dos legisladores ocorre meses depois de um referendo não vinculativo mostrar que a ampla maioria dos australianos é favorável à união gay.

A aprovação na Câmara dos Deputados, etapa fundamental para a legalização do matrimônio entre pessoas do mesmo sexo, foi o último trâmite legislativo para que estas uniões possam acontecer no país. Agora, falta apenas a ratificação protocolar do governador-geral Peter Cosgrove, representante na Austrália da rainha da Inglaterra, Elizabeth II, para que a medida entre em vigor.

Segundo um comunicado citado pela emissora local “ABC” do procurador-geral da Austrália, George Brandis, que foi emitido após a votação, “a reforma histórica entrará em vigor no sábado, dia 9 de dezembro de 2017”.

“Que dia, que dia para o amor, igualdade e respeito. A Austrália fez isso”, afirmou o primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, antes da votação, enquanto o líder da oposição, Bill Shorten, ressaltou que “a Austrália do futuro começa com o que se faz hoje”.