Estados Unidos

Após nevascas, moradores do Texas recebem contas de energia de mais de $15 mil

Clientes que pagam tarifas variáveis, baseadas nas condições climáticas, foram duramente atingidos pelo aumento; governo estadual promete resolver o problema

Nevasca histórica no Texas causou diversos transtornos Foto: Kevin_Matin_Winter_in_Texas

Moradores do Texas sofreram na última semana com nevascas históricas, ficaram sem energia elétrica, água potável e sem alimentos nas prateleiras. Como se tudo isso não fosse suficiente, muitos deles estão recebendo contas de luz de mais de $15 mil dólares. 

Devido a um sistema de cobrança baseado em condições climáticas, muitos moradores foram surpreendidos por valores astronômicos. 

Segundo o Texas Tribune, o problema aconteceu porque à medida que o mau tempo atingiu a produção de combustíveis e congelou turbinas, o preço do quilowatt por hora passou de 0.12 centavos para até $9 dólares a hora. 

Muitas outras pessoas que reclamaram nas redes sociais sobre suas altas contas de luz são clientes da operadora Griddy, que atende apenas o Texas. Um processo na Justiça já foi protocolado por clientes prejudicados. 

A professora Karen Knox foi uma das “premiadas” pela conta altíssima. Ela recebeu uma conta no valor de $7 mil em Houston. Ela tinha a conta em débito automático e pediu o banco para retirar a conta do modo automático. “Não vou pagar esse valor. O máximo que eu pago normalmente é $150. Não tenho esse dinheiro”. 

Outro morador foi surpreendido com uma conta no valor de nada menos que $17 mil. 

O governador do Texas, Greg Abbott, deputados e senadores prometeram a esses moradores que vão resolver o problema. Eles ainda não disseram de que maneira irão subsidiar esse valor. 

O Texas é um dos poucos estados dos EUA que tem um sistema independente de fornecimento de energia, o que dificulta o reforço por estados vizinhos em situações de crise. Assim, em reunião emergencial realizada no último dia 16, um comitê estadual responsável pela infraestrutura decidiu pelo aumento do preço da energia.

Baixe nosso aplicativo