Apreensão de imigrantes na fronteira cai pelo terceiro mês consecutivo

Mais de 73% dos adultos presos sozinhos (108 mil) foram deportados sem direito a aguardar por audiência de asilo

0
664
Agentes tentaram socorrer o bebê, mas ele morreu horas depois

O número de imigrantes que tentam atravessar a fronteira dos Estados Unidos com o México caiu pelo terceiro mês consecutivo. Segundo informações do US Customs and Border Protection (CBP), em outubro 164 mil pessoas foram detidas, número 23% menor do registrado em julho. Em agosto e setembro o número de prisões também foi menor.

A maioria dos detidos vieram do México, Honduras, Haiti, Guatemala, Venezuela, El Salvador, Nicarágua, Brasil e Cuba.

Desse total registrado em outubro, 70 mil foram processados pelas autoridades imigratórias e aguardam nos Estados Unidos por audiência com o juiz de imigração. Os demais foram deportados sumariamente.   

O número de famílias com crianças atravessando a fronteira também foi 48% menor que em julho. Treze mil menores desacompanhados foram apreendidos, número 32% menor que em julho.

Mais de 73% dos adultos presos sozinhos (108 mil) foram deportados sem direito a aguardar por audiência.

“O esforço dos agentes é para acabar com as redes de tráfico humano, que exploram imigrantes vulneráveis por dinheiro”, disse o agente do CBP, Troy Miller.

Para o analista da área de imigração, Cris Rámon, as autoridades mexicanas têm desempenhado um papel fundamental no controle de imigrantes que chegam ao país. “O governo mexicano tem feito um rigoroso controle de suas fronteiras. Muitas pessoas estão sendo mandadas de volta para seus países diretamente do aeroporto”, disse Rámon.