Apresentação do goleiro Bruno é destaque na mídia estrangeira

Sites destacaram retorno ao campo de atleta condenado por assassinato

0
1816
Goleiro Bruno foi contratado pelo BOA esporte clube
Goleiro Bruno foi contratado pelo BOA esporte clube

A apresentação do goleiro Bruno, de 32 anos, pelo time mineiro Boa Esporte, na última semana, ganhou espaço na imprensa internacional. Os sites de notícia chamaram atenção para o retorno aos gramados de um atleta condenado pelo assassinato da sua ex-namorada, ressaltando também que ele teria entregue o corpo de Eliza Samudio para ser devorado por cachorros.

O jornal “The Washington Post” chamou o crime de “horrendo”. “Goleiro Bruno Fernandes, preso por matar sua ex-namorada e jogá-la para seus cachorros, tem um novo clube”, escreveu a BBC.

Já o “PubliMetro” classificou o fato como “escândalo”: “Ele matou, esquartejou e jogou para cachorros sua namorada. Agora, esse goleiro brasileiro retornou ao futebol”, relatou a “CNN”.

O “La Tercera” ressaltou o fato de Bruno ter cometido um feminicídio. A agência de notícias “AP” e o jornal “The Telegraph” destacaram a reação negativa causada pela contração do goleiro.

Coletiva de apresentação

Na primeira entrevista após deixar a prisão, Bruno foi blindado pelo Boa Esporte. Antes da coletiva, seu novo clube pediu para os jornalistas não fazerem perguntas sobre o período em que o jogador ficou preso ou referentes ao assassinato de Eliza Samudio.

Em 2013, ele foi condenado em primeira instância a 22 anos de prisão por participar do assassinato de Eliza, mas foi libertado pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello.

Com a insistência dos repórteres, os dirigentes ameaçaram parar o evento caso as perguntas que não eram voltadas ao futebol continuassem. Bruno deixou de responder quatro questionamentos.

Até o horário da apresentação foi revelado apenas momentos antes do evento. Alguns veículos de imprensa chegaram ao local já com a entrevista em andamento. Em um dos raros momentos em que falou sobre os quase sete anos que ficou preso, Bruno ressaltou a importância da atual mulher, a dentista Ingrid Calheiros, 30, para sua volta ao futebol.