Artista cearense ganha mostra em castelo na França

O trabalho da artista lembra antigas técnicas pictóricas que se misturam com procedimentos fotográficos mais contemporâneos

0
2257
O Palácio de Charmont-Sur-Loire, onde a artista tera obras expostas
O Palácio de Charmont-Sur-Loire, onde a artista tera obras expostas

A artista plástica cearense Luzia Simons tem, desde a sexta-feira (3), dupla presença na França, na série “Stockage” inaugurada em Paris, e tambem como um dos nomes de peso internacional que povoam até novembro a temporada 2016 de exposições do Palácio de Chaumont-sur-Loire. As informacoes sao da agencia de noticias EFE.
Na capital francesa, ela criou especialmente para o principal pátio do Hotel de Soubise, monumental sede do Arquivo Nacional, uma mostra com obras enormes, “Stockage”.

Até setembro, ela apresenta por lá um duplo ciclo de seus característicos “escanogramas” – fotografias com scanner – de plantas, protagonizadas por tulipas de múltiplas variedades e cores, captadas em aparente desordem e traduzidas em pixels quase no final de sua vida.

Ao oeste do país, junto ao Vale do Loire, Luzia irá expor, nas dependências do secular castelo Palácio de Chaumont-sur-Loire, até 2 de novembro, suas imagens “hiper concretas”, estas com temática subtropical, procedente da Mata Atlântica do Sul do Brasil.

O trabalho da artista nascida em 1953 em Quixadá, no Ceará, e que viveu em Paris e atualmente mora na Alemanha, lembra antigas técnicas pictóricas que, ao mesmo tempo, se misturam com procedimentos fotográficos mais contemporâneos.