Hacker tenta envenenar água de cidade da Flórida

    0
    652

    Um hacker obteve acesso ao sistema de tratamento de água da cidade de Oldsmar, Flórida, e tentou aumentar os níveis de hidróxido de sódio – mais conhecido como soda cáustica – na água da cidade. O caso foi descoberto na sexta-feira (5).

    De acordo com o Pinellas County Sheriff, Bob Gualtieri, o nível de hidróxido de sódio foi aumentado cerca de 100 vezes, colocando milhares de pessoas em risco de envenenamento.

    A cidade de Oldsmar, localizada no condado de Pinellas, possui cerca de 15 mil habitantes e fica a menos de 20 milhas à oeste de Tampa, na Flórida central. Outras cidades da região foram alertadas sobre o ataque e incentivadas a inspecionar a rede de tratamento de água e outras infraestruturas.

    “É alguém que está tentando fazer algo ruim”, disse Gualtieri em coletiva de imprensa. “Isso não é apenas ‘oh, estamos colocando um pouco de cloro ou um pouco de flúor, ou um pouco de alguma coisa’, estamos basicamente falando de soda cáustica que você está ingerindo”, completou.

    Ele falou que levaria entre 24 a 36 horas para que a água alterada chegasse ao sistema de distribuição e que muito dificilmente os níveis de contaminação não seriam detectados antes disso.

    Recentemente, o sistema de informática da estação de tratamento de água de Oldsmar foi configurado de forma que os usuários possam ter acesso remoto para solucionar pequenos problemas.

    Segundo a investigação esta teria sido a porta de entrada para o hacker e, agora, a cidade anunciou que irá tomar medidas para restringir o acesso e proteger a rede.

    O ataque está sendo investigado pelo Pinellas County Sheriff’s Office em parceria com o FBI e o Secret Service. Até agora ninguém foi detido.

    Os sintomas de intoxicação por soda cáustica incluem dificuldade de respirar, irritação na garganta, náuseas, dor abdominal, queda de pressão, entre outras.