Atirador invade sinagoga e mata pelo menos oito em Pittsburgh

Homem gritou que "judeus devem morrer" e abriu fogo durante o Shabbat

0
1609
Sinagoga Tree of Life, em Pittsburgh

Pelo menos oito pessoas morreram e várias ficaram feridas depois que um atirador invadiu a sinagoga Tree of Life, em Pittsburgh, Pennsylvania, na manhã deste sábado (27). De acordo com a polícia, o atirador foi ferido e está preso, mas não foram divulgados detalhes sobre sua identidade ou os motivos do ataque. Segundo relatos da mídia local, ele foi descrito como um homem branco forte, de barba.

A sinagoga Tree of Life fica em Squirrel Hill, uma das regiões mais valorizadas de Pittsburgh, com alta concentração de comunidades judaicas.

Entre os feridos estão três policiais.

Segundo testemunhas, o homem entrou na sinagoga gritando “todos os judeus devem morrer” e abriu fogo.

O massacre aconteceu durante os serviços do Shabbat, quando a sinagoga recebe grande número de fiéis.

O governador da Pennsylvania, Tom Wolf, disse em nota que “esses atos de violência não representam o que somos como americanos. Precisamos nos unir para agirmos no sentido de prevenir tragédias assim no futuro. Não podemos aceitar essa violência como algo normal.”

Pelo Twitter, o presidente Donald Trump disse que está “monitorando os acontecimentos em Pittsburgh. As pessoas na área de Squirrel Hill devem procurar abrigo. Parece que há muitas vítimas. Cuidado com o atirador. Deus abençoe a todos”, escreveu Trump.