Ativistas anti-imigrantes ganham força em canais no Youtube

ONG Define American estudou durante três anos o comportamento de grupos que fomentam o ódio a imigrantes na plataforma e aponta o crescimento desse tipo de canal

0
707
Discurso de ódio a imigrantes vem se espalhando no YouTube

Levantamento da organização pró-imigrantes Define American mostra que canais no YouTube que demonstram ódio a imigrantes e à causa imigratória têm ganhado cada vez mais adeptos nos Estados Unidos.

O estudo denominado “Immigration Will Destroy Us” (A Imigração vai nos destruir) tem o objetivo de avaliar os impactos e táticas utilizadas por youtubers anti-imigrantes.

A entidade estudou durante três anos o comportamento desses youtubers e de seus seguidores. Em parceria com a Change Research, a ONG entrevistou 3.200 americanos no Arizona, Flórida, Carolina do Norte, Pensilvânia e Wisconsin. Eles perguntaram aos entrevistados se eles tinham o hábito de assistir esses canais no YouTube.

Mais de 20% dos entrevistados disseram que mudaram a opinião sobre imigração depois de assistirem aos vídeos. Outros 30% disseram ter feito contato com políticos para que eles tornem a política imigratória nos EUA mais rígida.

O estudo mostra que a maioria dos vídeos traz teorias de supremacia branca e discursos de ódio a imigrantes.

Com base no estudo, a Define American sugeriu uma série de medidas para mudar essa realidade. O levantamento foi enviado a mais de 100 organizações para que novas políticas sejam sugeridas.

“Nosso objetivo é mostrar, por meio de dados e recomendações, que o problema existe. A conversa sobre imigração é ampla e precisamos contar histórias verdadeiras sobre os imigrantes online”, afirma a ONG em seu website. (Com informações do Politico)