Ativistas tomam os céus com mensagens contra a prisão de imigrantes em meio à pandemia

Frases de protesto e nomes de imigrantes mortos pela Covid-19 em prisões estão sendo vistos nos céus dos EUA.

0
1505
Sywritter (foto: Facebook #XMAP)
Sywritter (foto: Facebook XMAP)

Um grupo de ativistas se juntaram para divulgar frases sobre questões imigratórias nos Estados Unidos. Ate aí tudo bem. A novidade é a forma que eles encontraram para comunicar essas frases. Eles contrataram a maior frota de aviões “skywriters” do Pais para sobrevoar mais de 80 locais nos Estados Unidos. A ideia é escrever, nos céus, em 20 línguas diferentes, mensagens de protestos às politicas de imigração do presidente Donald Trump. 

A campanha intitulada “In Plain Sight” (à vista de todos, em português) começou dia 3 de julho e continua durante toda a semana.  Os locais escolhidos para os sobrevoos foram os centros de detenção do ICE (Imigration and Customs Enforcement), que mantém adultos e crianças presas em meio à pandemia da Covid-19. 

“Acho que o público está um pouco ciente do que está acontecendo nos centros de detenção – eles viram as imagens de crianças em gaiolas – mas não conhecem a história completa”, disse Rafa Esparza, um dos lideres da iniciativa em entrevista ao jornal BBC NEWS. “Estes centros de detenção são financiados pelos seus impostos. Adicione o Covid-19 à mistura e o que antes era uma crise humanitária se torna uma violação dos direitos humanos” acrescentou. 

No Texas, a frase “Nosotras te vemos, justiça para Roxana” apareceu sobre o Centro de processamento de Imigração e Fiscalização Aduaneira dos EUA. A mensagem se refere à Roxana Hernandez Rodriguez, uma hondurenha de 33 anos que morreu sob custódia da ICE há dois anos.  A cerca de 100 quilômetros de distância, as palavras “Abolish ICE” foram desenhadas sobre um centro de detenção na cidade de Encinal.

Em Nova York, as palavras “Minha dor é tão grande” serão escritas em um centro de detenção no centro do Brooklyn.  E em Riker Island o nome  “Carlos Ernesto Escobar Mejia”, o primeiro imigrante a morrer de Covid-19 em  uma prisão do ICE, será projetado no monumento da Estátua da Liberdade em Ellis Island.

Cada frase termina com hastag #XMAP, que, quando conectado às mídias sociais, direciona os usuários para um mapa interativo online que oferece uma visão das instalações ICE mais próximas do usuário.