Attorney General William Barr entrega carta de demissão

Chefe do departamento de Justiça americano fica no cargo até o dia 23; Jeff Rosen assumirá interinamente até o fim do mandato de Trump em janeiro

0
935
O Attorney General dos EUA, William Barr, concedeu entrevista à agência de notícias Associated Press (foto: flickr)
O Attorney General dos EUA, William Barr, concedeu entrevista à agência de notícias Associated Press (foto: flickr)

O U.S. Attorney General, William Barr, um dos maiores aliados de Trump, entregou uma carta de demissão ao presidente nesta segunda-feira (14). As relações com Trump azedaram depois que o chefe do departamento de Justiça não endossou as insistentes alegações de fraude eleitoral da Casa Branca, ao declarar que seu departamento, que envolve o FBI e a promotoria federal, não detectou “nenhum indício de fraude de modo que pudesse alterar o resultado das eleições”.

Pelo Twitter, Trump disse que teve uma “ótima reunião” com o Barr na Casa Branca, e que “tem tido boas relações” com ele.

Na carta ao presidente, Barr diz que tem orgulho de ter participado do governo Trump, e que vai deixar o cargo no dia 23.