Aumenta a possibilidade de Matthew atingir o sul da Flórida

Cone de probabilidade da trajetória da tempestade agora inclui a costa leste do estado; clique e veja o que fazer para preparar-se em caso de furacão

0
15040
Possível trajetória futura inclui costa leste da Flórida

A trajetória prevista para o furacão Matthew voltou-se significativamente para oeste, na direção da Flórida, colocando o estado novamente no cone de probabilidade para o possível caminho seguido pelo centro do furacão.

O boletim das 5p.m.  do National Hurricane Center disse que a amplitude do caminho “virou-se bruscamente para o oeste.” O mapa mostra todo o sul da Flórida, da Baía de Biscayne para o norte, dentre do cone de possíveis trajetórias do olho da tormenta.

“Um impacto direto na Flórida é possível esta semana”, diz o boletim. “Alertas de tempestade tropical e/ou furacão podem ser emitidos hoje [3] ou amanhã cedo para partes da península da Flórida e as Keys.”

O governador Rick Scott declarou estado de emergência na Flórida. “O furacão Matthew é uma tempestade de categoria 4, que pode ser mortal, e deve ser levado a sério. Se o furacão impactar diretamente o estado, pode haver uma massiva destruição, como não se via desde que o furacão Andrew devastou o condado de Miami-Dade em 1992. Por isso, não podemos nos atrasar e devemos nos preparar desde já”, diz uma parte da nota divulgada pelo governador.

 

Guia de Preparo para furacões elaborado pelo Consulado-Geral do Brasil em Miami:

Prepare um Plano.

É fortemente recomendável a elaboração de um plano preventivo para você e sua família, tendo em vista as dificuldades normalmente encontradas pelos agentes dos serviços oficiais de emergência e da defesa civil em prestar socorros a elevado número de pessoas logo após a passagem de um furacão de grande escala ou de qualquer outro desastre natural similar. Não deixe para preparar um plano quando um furacão já estiver em curso. A Divisão de Gerenciamento de Emergências do Estado da Flórida possui aplicativo “on-line” que permite a rápida criação de planos de emergência em poucos passos para famílias e empresas. O acesso pode ser feito por meio da página eletrônica http://flgetaplan.com. O Consulado-Geral também aconselha os cidadãos brasileiros a manterem-se informados sobre o plano preventivo elaborado pelo Condado de Miami-Dade, disponível na página eletrônica www.miamidade.gov/hurricane/. Além de inteirar-se sobre os cuidados necessários, o brasileiro poderá, por meio daquela página, inscrever-se para receber alertas em seu aparelho celular, obter rotas de evacuação, entre outros. Verifique, ainda, se sua residência localiza-se em área de risco de inundação em “http://gisweb.miamidade.gov/communityservices/”.

 

Além de conferir essas páginas eletrônicas do governo norte-americano, leia atentamente as recomendações abaixo para o adequado preparo de sua família: Recomendações importantes

Antes do Furacão:

  • prepare um “kit” de emergência (veja abaixo o que incluir no “kit”);
  • verifique, com antecedência, a validade e a cobertura da sua apólice de seguro;
  • combine antecipadamente com familiares e amigos que vivam em outras áreas da cidade a possibilidade de hospedagem, na hipótese de sua residência estar localizada em região de evacuação (http://www.floridadisaster.org/publicmapping/ ou http://gisweb.miamidade.gov/communityservices);
  • tenha sempre registrado um número de telefone de fora do Estado da Flórida, para comunicação com amigos e familiares;
  • acompanhe permanentemente os noticiários locais ou registre-se para receber alertas sobre furacões ou tempestades tropicais;
  • obedeça fielmente às instruções dos órgãos oficiais, transmitidas via rádio/TV/jornais/internet; · mantenha sua família informada de todos os acontecimentos e instruções;
  • em caso de alerta de furacão, mantenha dinheiro e documentos acondicionados em bolsas ou embrulhos de plástico, para evitar que sejam danificados por excesso de umidade;
  • em caso de alertas de furacão, mantenha cheia d’água a banheira e outros recipientes de grande volume para uso comedido durante e após a tempestade;
  • cumpra as determinações de evacuação;
  • informe-se antecipadamente sobre os abrigos públicos mais próximos de sua casa, por meio da página http://floridadisaster.org/shelters/;
  • providencie, com antecedência, um lugar para deixar os animais domésticos (animais domésticos não são permitidos nos abrigos da Cruz Vermelha, nem na maioria de abrigos de outras instituições);
  • apare as árvores de sua propriedade – árvores bem aparadas resistem melhor às ventanias;
  • mantenha sempre cheio o tanque de combustível do seu veículo;
  • não instale geradores dentro de sua residência ou em lugar sem ventilação, pois há perigo de explosão, emissão de gás carbônico, entre outros; e
  • retire todo o lixo da residência e do jardim. Durante o furacão:
  • monitore, por rádio ou televisão, as informações sobre o tempo e instruções de oficiais da segurança pública;
  • evite sair de casa durante a tempestade, mesmo se sua residência estiver localizada fora de zona de evacuação;
  • se sua residência estiver sujeita a alagamento, desligue a chave geral de energia elétrica;
  • use lanternas como fonte de iluminação. Não use velas ou querosene; e
  • evite tomar banho ou usar o telefone durante a tempestade.

 

Após o furacão:

  • não saia do abrigo (em caso de evacuação) ou de casa (se não for evacuado) até que as autoridades expressamente o permitam. Segundo o governo do Condado de Miami-Dade, a maior parte dos acidentes ocorre logo após o furacão, por choques elétricos, inundações ou acidentes com detritos, e não durante a passagem da tempestade;
  • não transite por áreas inundadas: além da possibilidade de contrair doenças e ser contaminado, existe o risco, por exemplo, de cabos elétricos rompidos estarem em contato até mesmo com simples poças d’água, o que poderia ocasionar um acidente fatal;
  • verifique as condições de sua residência e certifique-se de que não há riscos à segurança dos moradores. Confira se não há vazamentos de gás ou outros perigos;
  • não utilize grelhas a carvão ou a gás no interior de sua residência;
  • não atrapalhe os trabalhos da defesa civil ou da polícia na tentativa de prestar auxílio voluntário sem autorização ou supervisão do agentes públicos envolvidos; e
  • continue monitorando, por rádio ou televisão, as condições do tempo e instruções de oficiais da segurança pública.

 

“Kit” de Emergência Providenciar quantidade suficiente para o prazo de 15 dias:

  • Um galão de água por pessoa, por dia (1 galão = 3.78 litros);
  • Alimentos não perecíveis (exemplo: enlatados, cereais, leite em pó etc);
  • Abridor de latas manual;
  • Rádio ou televisão portátil à pilha;
  • Pilhas extras;
  • Lanterna, velas, fósforos e isqueiros;
  • Em caso de estar sob tratamento médico, estocar medicamento extra;
  • Protetor solar e repelente;
  • Produtos de higiene pessoal;
  • Utensílios descartáveis (ex: pratos, talheres, copos);
  • Medicamentos e kits de primeiros socorros (incluir: aspirina, cremes para dores musculares, material para curativos etc);
  • Baterias extras para aparelhos celulares; e
  • Lista impressa com números telefônicos e contatos importantes.

 

OBS: MANTENHA O SEU “KIT” DE EMERGÊNCIA PRONTO E EM LOCAL DE FÁCIL ACESSO.

 

“Kit” complementar:

  • Originais e cópias de documentos importantes, tais como carteiras de identidade, apólices de seguro, escritura da propriedade e inventário dos bens (fotos ou vídeo), hipoteca ou contratos, conta bancária, caderneta de telefone, entre outros (guardar os documentos em proteção plástica, a fim de protegê-los contra a umidade);
  • Dinheiro, cheques e cartões de crédito; e
  • Lençóis e travesseiros, para o caso de sua família dirigir-se a abrigos. Notas Importantes
  • se você reside em um trailer, é pessoa com deficiência ou é dependente de qualquer tipo de aparelho elétrico, deverá proceder à evacuação do local em qualquer categoria de tempestade tropical ou furacão;