Avianca começa a devolver aviões e centenas de voos serão cancelados nos próximos dias

Oito aeronaves da frota da Avianca Brasil terão de ser entregues às empresas de leasing

0
1602
Avianca está em processo de recuperação judicial
Avianca está em processo de recuperação judicial

A Avianca Brasil começou a devolver, a partir desta segunda-feira (22), aviões de sua frota às empresas de leasing proprietárias das aeronaves. Ao todo, 18 aeronaves serão devolvidas a essas empresas. Outras três ainda estão em negociação, ainda sem prazo para serem entregues. As informações são da Agência Brasil.

Na segunda-feira foram cancelados 96 voos da empresa, 128 serão cancelados na terça, 148 na quarta, 159 na quinta, 176 na sexta, 170 no sábado e 168 domingo (28).

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as devoluções são em cumprimento a decisões judiciais, atendendo pedido das empresas de leasing.

Por determinação da Anac, a companhia terá de adequar sua malha aérea, seu sistema de venda de passagens e dar “ampla divulgação dos voos cancelados de forma a minimizar o impacto pela retirada das aeronaves”.

Em sua página na internet, a empresa vem informando aos passageiros o cancelamento pontual de voos da empresa, por meio de uma lista atualizada com a identificação dos voos cancelados.

De acordo com a Avianca, o serviço visa minimizar o impacto na sua operação e aos passageiros. A empresa afirma que manterá o compromisso, assumido com a Anac, de informar com antecedência mínima de 72 horas os voos que serão cancelados.

O Procon-SP está com equipes nos aeroportos de Congonhas e Guarulhos, em São Paulo e os principais terminais onde a Avianca opera, para auxiliar os passageiros que tiverem problemas com as mudanças nos voos.

Recuperação judicial

No último dia 5, a assembleia de credores aprovou o plano de recuperação judicial em uma reunião que durou mais de sete horas. O plano prevê a divisão da empresa por meio da criação de sete unidades produtivas isoladas (UPIs), que serão levadas a leilão. Seis UPIs conterão partes dos direitos de pousos e decolagens (“slots”) da Avianca nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos e Santos Dumont e uma vai englobar o programa de fidelidade da empresa.

O plano de recuperação da empresa aérea foi homologado no último dia 12 pelo juiz Tiago Henriques Papaterra Limongi, da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo. De acordo com a decisão, a empresa permanecerá em recuperação judicial até que se cumpram as obrigações previstas no plano.

Confira a lista de voos cancelados neste link.