Bancos de sangue dos EUA têm maior escassez da história, diz Cruz Vermelha

Estima-se que até um quarto das necessidades de sangue nos hospitais não estão sendo atendidas; baixa no estoque se deve à pandemia de covid-19

0
1426
Coronavírus é o responsável pelo desabastecimento (foto: ARC)
Coronavírus é o responsável pelo desabastecimento (foto: ARC)

A American Red Cross afirmou nesta quarta-feira (12), que os bancos de sangue dos EUA registram o estoque mais baixo da sua história e pede que mais pessoas se mobilizem para doar. Segundo a instituição, a queda no fornecimento está colocando pacientes em risco e forçando médicos a decidir quem recebe transfusões imediatamente e quem terá que esperar. Estima-se que até um quarto das necessidades de sangue nos hospitais não estão sendo atendidas.O declínio começou em 2020, quando a pandemia de covid-19 estourou em todo mundo causando uma queda mensal de 10% nas doações. Escolas e faculdades, que são importantes pontos de coletas, fecharam as portas por causa do vírus e a redução de novos doadores chegou a 62%.

A diretora regional de comunicações da American Red Cross, Siara Campbell, disse que o coronavírus é o responsável pelo desabastecimento. “Estamos realmente falando dos últimos quase dois anos, assim que começou a pandemia isso vem nos afetando muito”, declarou Campbell. Segundo ela, todos os tipos de sangue são necessários. No entanto, o O-positivo e O-negativo são os mais transfundidos. As pessoas que recebem o suprimento são aquelas que sofreram lesões traumáticas, que passaram por cirurgias, receberam tratamento contra o câncer, entre outras situações.

Quem foi recentemente infectado pela covid-19 pode doar sangue?

A Cruz Vermelha segue orientações da Food and Drug Administration (FDA) para definir os critérios de elegibilidade dos doadores em tempos de pandemia.  De acordo com o órgão, pessoas que tiveram covid-19 mas já se recuperaram da doença, podem doar. É importante destacar que não pode apresentar nenhum sintoma e recomenda-se levar o cartão de vacinação ao local da coleta do sangue. Mais informações ligue para (1-800-733-2767).