Biden faz história ao nomear juíza negra para a Suprema Corte  

Ketanji Brown Jackson é de Miami; nomeação deve ser aprovada pelo Senado em abril

0
617
Juíza nomeada por Biden é de Miami (Foto ABC News)

O presidente Joe Biden nomeou na sexta-feira (25) a juíza Ketanji Brown Jackson, de 51 anos, para ocupar uma vaga na Suprema Corte. A nomeação é histórica já que Ketanji será a primeira negra a ocupar uma vaga na mais alta Corte do País.

“Hoje, quando assistimos a liberdade sob ataque no exterior, estou aqui para cumprir minha responsabilidade de seguir a Constituição, de preservar a nossa liberdade nos Estados Unidos da América”, disse o presidente.

A juíza nasceu em Miami e se graduou na Miami Palmetto Senior High School, em 1998. Mais tarde, ela se formou em Harvard e exerceu carreira jurídica em Washington DC. Em seu último trabalho, a juíza atuava na Corte de Apelações do Distrito de Columbia. Na Suprema Corte, ela vai ocupar a vaga deixada por Stephen Breyer.

Seus pais ainda vivem no Sul da Flórida. “Meus pais estão casados há 54 anos e estão em casa agora na Flórida. Tenho certeza que eles estão muito orgulhosos de mim”, disse a juíza. “Os Estados Unidos da América são o maior farol de esperança e democracia que o mundo já conheceu. Eu também fui abençoado desde os meus primeiros dias por ter uma família solidária e amorosa”.

“Devo começar agradecendo a Deus por me entregar a este ponto em minha jornada profissional. Minha vida foi abençoada além da medida e sei que só se pode chegar até aqui pela fé”, disse Jackson.

A nomeação ainda tem que ser aprovada pelo Senado, que deve deliberar sobre o assunto em abril.