Biden reage ao ataque à Ucrânia e diz que Putin ‘será responsável’ pelas consequências de uma guerra

Presidente se reunirá com os líderes do G7 nesta quinta (24), para coordenar respostas contra a invasão do território ucraniano pelos russos

0
1494
Presidente dos EUA, Joe Biden (foto: Flickr)

Momentos após a Rússia invadir o território de Donbas, no leste da Ucrânia, na madrugada desta quinta-feira (24), o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy entrou em contato com Washington para coordenar uma resposta aos ataques do Kremlim. Em uma declaração publicada no site da Casa Branca, o presidente Joe Biden disse que Putin premeditou uma guerra e que ele “será o responsável pela perda catastrófica de vidas e sofrimento humano”, que ela pode causar. Biden se reunirá com os líderes do G7 nesta quinta (24), antes de anunciar novas medidas contra a Rússia. 

O democrata já havia implementado um pacote de bloqueios econômicos ao governo russo na terça-feira (22), após a decisão de Vladimir Putin em reconhecer a independência das duas províncias separatistas de Lugansk e Donetsk. “Quem, em nome do Senhor, Putin acha que lhe dá o direito de declarar ‘novos países’ em território que pertence a seus vizinhos?”, indagou o presidente americano. As sanções incluem a retirada investimentos dos EUA em várias instituições financeiras como o banco militar russo e o VEB, um dos principais financiadores do desenvolvimento econômico do país europeu.  “Eles não irão mais conseguir levantar dinheiro no ocidente e nem vender títulos no mercado”, declarou em pronunciamento na Casa Branca. Biden também mirou na elite russa e seus familiares próximos a Putin que, segundo ele, “compartilham os ganhos corruptos” de Berlim.