Biden visita a Europa em sua primeira viagem ao exterior como presidente

Entre os compromissos estão encontro com a rainha Elizabeth II, com Vladimir Putin e participação da reunião do G7

0
636
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e a primeira-dama Jill Biden reagem à chegada ao Aeroporto de Cornwall Newquay, perto de Newquay (Foto: REUTERS/Phil Noble/Pool)
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e a primeira-dama Jill Biden reagem à chegada ao Aeroporto de Cornwall Newquay, perto de Newquay (Foto: REUTERS/Phil Noble/Pool)

O presidente Joe Biden viajou nesta quarta-feira (9) ao Reino Unido em sua primeira viagem internacional como presidente dos Estados Unidos. 

Acompanhado pela primeira-dama, Jill Biden, o presidente democrata comparecerá à reunião de cúpula do G7 na Cornualha, além de se encontrar com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e participar de outros compromissos oficiais. 

A primeira escala acontecerá na Base Aérea de Mildenhall, leste do Reino Unido, onde Biden discursará para integrantes da Força Aérea americana.

Na quinta-feira (10) está prevista uma reunião com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. No domingo, Biden visitará a rainha Elizabeth II no castelo de Windsor.

“Minha viagem à Europa é uma oportunidade para que os Estados Unidos mobilizem as democracias do mundo”, declarou Biden antes do embarque. 

O presidente democrata também visitará Bruxelas, na Bélgica, e terá vários encontros bilaterais em uma viagem prevista para durar oito dias. 

“Ele se prepara para isto há 50 anos”, afirmou sua porta-voz, Jen Psaki, em referência à longa carreira política do presidente de 78 anos, que foi eleito para o Senado pela primeira vez em 1972.

“Ele conhece alguns destes dirigentes, entre eles o presidente Putin, há décadas”, completou.

Encontro com Putin

A reunião com Vladimir Putin está prevista para 16 de junho em Genebra. Na pauta estão assuntos como Ucrânia, Belarus, o destino do opositor russo detido Alexei Navalny e os ciberataques, que vem sendo sofridos por grandes corporações americanas. 

A segurança cibernética será “um assunto de nossa discussão”, afirmou Biden antes de iniciar a viagem. (Com informações da AP)