Bolsonaro é transferido para SP e pode passar por cirurgia

Presidente estava internado em Brasília após sentir fortes dores abdominais e crise de soluço

0
425
Presidente Jair Bolsonaro durante evento em Brasília (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Presidente Jair Bolsonaro durante evento em Brasília (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

DA REDAÇÃO – O presidente Jair Bolsonaro foi transferido para São Paulo para avaliar a necessidade de uma cirurgia de emergência. Ele estava internado desde a manhã de quarta-feira (14) no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, após sentir fortes dores abdominais e reclamar de uma crise de soluços que persiste há alguns dias.

Em nota, a Secretaria de Comunicação informou que, após exames realizados no Hospital das Forças Armadas, os médicos constataram uma obstrução intestinal e decidiram levá-lo para São Paulo, onde o presidente será submetido a exames complementares para a definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência. O avião que levava Bolsonaro chegou na capital paulista pouco antes das 19h. 

O presidente Jair Bolsonaro disse em sua conta no Twitter que enfrenta um novo desafio decorrente do atentado a faca que sofreu durante a campanha eleitoral de 2018, após ser hospitalizado nesta madrugada com fortes dores abdominais. “Mais um desafio, consequência da tentativa de assassinato”, escreveu o presidente no tuíte.

Bolsonaro está internado desde ontem no Hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo, para tratar desta obstrução intestinal. Os médicos estudam a necessidade ou não de uma cirurgia, mas a equipe médica quer evitar mais uma cirurgia.

Em 2019, o presidente Bolsonaro já havia passado por uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, na capital paulista, para corrigir aderências no tecido intestinal. O problema surgiu após intervenções cirúrgicas de emergência devido ao ataque a faca que Bolsonaro, então candidato à presidente da República, sofreu em 2018.