Bote com imigrantes surpreende banhistas em praia turística da Espanha

Cerca de 50 homens, que seriam do Norte da África, conseguiram entrar na Europa a bordo de um pequeno barco inflável

0
2584
Imigrantes chegam à costa espanhola (Foto: AP)
Imigrantes chegam à costa espanhola (Foto: AP)

DA REDAÇÃO, COM O GLOBO – Um bote com cinquenta imigrantes chegou à uma praia turística da Espanha e um banhista registrou o momento do desembarque. Turistas e moradores de Cadiz, no Sul do país, aproveitavam o dia ensolarado na badalada Playa de los Alemanes quando viram um bote inflável se aproximar da areia com cerca de 50 pessoas.

No vídeo (veja abaixo), é possível ver os últimos esforços do grupo para chegar à terra firme. Alguns já haviam saído do barco e completavam o trajeto a pé. A imagem mostra um homem e uma criança, que seriam pai e filho, atentos à movimentação enquanto se divertiam nas ondas.

“O que está acontecendo?”, pergunta um banhista, confuso. O grupo deixou a praia pouco antes de a polícia local chegar. As autoridades acreditam que os homens sejam imigrantes do Norte da África, que fizeram a perigosa travessia do Estreito de Gibraltar na frágil embarcação para chegar à Europa.

Os desembarques na costa espanhola não são comuns. Mas a travessia de africanos para a Europa ocorre, com frequência, no tenso enclave entre Melilha e Ceuta, na fronteira da Espanha com o Marrocos — único ponto em que a África encontra a União Europeia.

Nos últimos anos, cresceu a preocupação sobre estrangeiros que tentam pular cercas da fronteira, nadar até a costa europeia ou se esconder em veículos para migrar. Só na última terça-feira, as autoridades encontraram 30 marroquinos e argelinos em transportes no enclave — dez deles eram menores de idade.

Por sua vez, as pessoas que se aventuram nessas travessias atrás de emprego em países estáveis ou para fugir de conflitos e perseguição política em seus territórios de origem enfrentam uma série de perigos. Segundo a Organização Internacional para a Migração, mais de 2.200 pessoas morreram tentando cruzar o Mar Mediterrâneo rumo à Europa este ano.