Boys and Girls Club oferece creche aos pais que precisam trabalhar durante aulas virtuais

O clube possui 12 instalações no condado de Broward e oferece tutoria nas atividades escolares, internet e refeição para as crianças com idade entre seis e dezoito anos

0
767
Clube recebe qualquer criança com idade entre seis e 18 anos. (foto: BGC Facebook)
Clube recebe qualquer criança com idade entre seis e 18 anos. (foto: BGC Facebook)

A maioria das escolas no sul da Flórida está começando o ano escolar com o aprendizado virtual, mas muitos pais não conseguem ficar em casa sem trabalhar com os filhos, e nem possuem recursos financeiros para colocá-los em uma creche.

Para ajudar a resolver esta situação, o Boys and Girls Club,  em Broward County, lançou uma iniciativa para ajudar as famílias de baixa renda.  O local abriu o salão para receber as crianças durante o dia, enquanto os pais saem para trabalhar. Mentores para auxiliar as crianças nos estudos, acesso à internet e refeições diárias são oferecidas.

“Éramos prestadores de cuidados pós-parto e agora somos fornecedores de creches”, disse Chris Gentile, CEO do Boys and Girls Club Broward ao Local 10 News. “Nós sabemos que muitos pais não podem deixar seus filhos em casa, eles estão trabalhando.”

Em todo o condado de Broward existem 12 unidades do Boys and Girls Club e todas participam do programa. O clube abre de segunda a sexta-feira das 7:30 a.m. as 4:30 p.m. e recebe qualquer criança com idade entre seis e 18 anos.

Mas é preciso que os pais se tornem membros do clube, assumindo o pagamento de uma taxa anual de $15 dólares. Para conferir a unidade mais próxima da sua casa clique aqui ou ligue (954) 537-1010.

A boa notícia é que outras organizações comunitárias também estão se preparando para atender a uma demanda das famílias que não existia antes da Covid-19.

O Fort Lauderdale Museum of Discovery and Science está fazendo algo semelhante. Eles têm espaço para 54 crianças e 22 vagas já estão ocupadas.

No caso do Museu , os pais pagam cerca de $200 dólares por semana e as crianças recebem cuidados da equipe pedagógica, lanche e participam de brincadeiras e atividades interativas.  Para aqueles que não podem pagar, estão sendo oferecidas 12 bolsas de ajuda.