Brasil bate recorde de casos desde o início da pandemia

Foram mais 115.228 contágios em um único dia, elevando o total para 18.169.881 infecções registradas no País

0
358
Parentes enterram seus mortos nos cemitérios brasileiros (Foto: REUTERS)
Parentes enterram seus mortos nos cemitérios brasileiros (Foto: REUTERS)

O Brasil registrou nesta quarta-feira (23) o maior número de casos de covid-19 em um período de 24 horas desde o início da pandemia. Segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), foram mais 115.228 contágios em um dia, elevando o total para 18.169.881 

Os Estados com maior número de infecções são: São Paulo (3.630.251), Minas Gerais (1.757.649), Paraná (1.240.399), Rio Grande do Sul (1.193.849), Bahia (1.108.769) e Santa Catarina (1.035.042).

O boletim ainda informa que o País contabiliza mais de 507.000 mortes. A taxa de letalidade está mantida em 2,8 % e o índice de mortalidade por cada 100 mil habitantes subiu para 241,3.

Com a pandemia fora de controle, as médias móveis de casos e mortes continuam apresentando tendência de alta: são 77.328 contágios – com aumento expressivo em relação a ontem, que foi de 74.490 – e 1.917 vidas perdidas.

Ainda segundo o boletim do Conass, o estado de São Paulo é o que apresenta maior número de vítimas em termos absolutos, com 123.825 mortes. Na sequência, aparecem Rio de Janeiro (54.662), Minas Gerais (45.036), Rio Grande do Sul (30.749) e Paraná (30.267).

Conforme levantamento da Univer-
sidade Johns Hopkins, o Brasil é o segundo país no mundo com mais mortes pelo novo coronavírus, atrás apenas dos EUA (602.705). Já em número de casos, o Brasil fica atrás dos EUA (33.573.448) e da Índia (30.028.709).