Brasil registra maior nível de calotes com cheque desde 1991

0
910

Mais um sinal da crise no Brasil: o percentual de devoluções de cheques por insuficiência de fundos foi de 2,21% em setembro, segundo o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos, mostra o G1. Foi o maior patamar para um mês de setembro de toda a série histórica, cujas medições são feitas desde 1991. Em agosto deste ano, a devolução foi de 2,11%. Já em setembro do ano passado, a devolução foi de 1,84%.

Em relação a janeiro e setembro, o percentual de devoluções de cheques foi de 2,19%, segundo maior percentual para o período de toda a série histórica. O recorde dos nove primeiros meses do ano foi em 2009, com 2,22%. Comparado ao mesmo período de 2014, o percentual foi de 2,07%.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o recorde registrado se deve ao agravamento da situação econômica do país, com o aprofundamento da recessão, elevação das taxas de desemprego, da inflação e dos juros.