Mundo

Brasileira é assassinada na Irlanda após festa de Réveillon; ex-namorado é suspeito

A mineira Bruna Fonseca, de 28 anos, foi assassinada na Irlanda. Foto: Reprodução Facebook

A brasileira Bruna Fonseca, de 28 anos, foi encontrada morta, na manhã do último domingo (1º), em um apartamento no centro de Cork City, na Irlanda. Segundo a polícia local, a jovem apresentava sinais de espancamento e estrangulamento. O suspeito do crime também é brasileiro. Miller Pacheco, de 29 anos, se apresentou como ex-namorado de Bruna e estava na porta do prédio onde aconteceu o assassinato quando o serviço de emergência chegou ao local, por volta de 6:30am. Após tentativa de reanimá-la, a morte acabou confirmada e Miller foi detido, conduzido para uma unidade policial. Ambos são da cidade de Formiga, em Minas Gerais.

Segundo apurou o jornal local CorkBeo, Bruna foi atacada após retornar de uma festa de Réveillon com amigos da comunidade brasileira na cidade. Ela teria chegado na Irlanda em setembro e trabalhava como faxineira no hospital de Cork. Acredita-se que ela não morava no apartamento onde foi encontrada, mas em outro local da cidade. Antes do crime, ela postou fotos com amigos comemorando o Ano Novo em suas redes sociais.

Bruna era bibliotecária formada no Centro Universitário de Formiga (Unifor). Em entrevista ao jornal Irish Examiner, familiares disseram estar “profundamente abalados com a notícia” e aguardam o transporte do corpo dela para o Brasil.

Baixe nosso aplicativo