Brasileira morre em atentado na Cisjordânia

0
1354

A brasileira Helena Halevi, de 59 anos, morreu em um atentado perto de Nablus, na Cisjordânia.

A brasileira Helena estava voltando de uma festa com seu marido na noite de ontem (30/03) quando resolveu parar, próximo à entrada do assentamento de Kedumin, para dar carona a três jovens. Um deles, no entanto, era um terrorista palestino que detonou os explosivos dentro do veículo matando todos os ocupantes, segundo informou o jornal Haaretz.

O grupo que alegou responsabilidade pelo ataque – uma nova organização ligada ao Fatah, o movimento comandado pelo presidente da Autoridade Palestina Mahmoud Abbas – é sediado no campo de refugiados Balata, em Nablus.

A rede de televisão libanesa Al-Manar, entretanto, transmitiu um pronunciamento de responsabilidade da asa militar do Fatah, as Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa.

Os restos mortais do casal serão enterrados em Israel. O Itamaraty ainda não foi comunicado oficialmente da morte da brasileira.

Helena tinha quatro filhos e trabalhava em uma creche para excepcionais. Nasceu em Copacabana, no Rio de Janeiro, e morava em Israel desde os 18 anos.