Brasileiro desaparece ao tentar entrar ilegalmente nos EUA pelas Bahamas

Jovem de 23 anos entrou em contato com a família pela última vez há 40 dias, quando se preparava para travessia

0
3510
Maykon Eder de Jesus está sem fazer contato com a família há mais de 40 dias
Maykon Eder de Jesus está sem fazer contato com a família há mais de 40 dias

DA REDAÇÃO, COM G1 – O goiano Maykon Eder Alves de Jesus, de 23 anos, sumiu ao tentar entrar de forma ilegal nos Estados Unidos pelas Bahamas. A família está há mais de 40 dias sem notícias do jovem e pede ajuda para encontrá-lo.

“Ele não é bandido. Ele tinha o sonho de trabalhar, juntar dinheiro para ajudar a família, crescer na vida. A gente espera que ele seja encontrado, esperança nunca acaba”, disse ao G1 o irmão dele, o auxiliar administrativo Wesley Alves de Jesus, de 24 anos.

Maykon Eder saiu de Goiás no dia 10 de maio. Primeiramente, ele foi para o Panamá, depois para a República Dominicana e, por fim chegou às Bahamas.

A última vez que Maykon Eder entrou em contato foi no dia 3 de agosto, quando estava em Freeport, nas Bahamas. Na ocasião, o goiano disse que poderia iniciar a travessia pelo mar a qualquer momento.

Os parentes não sabem o que ocorreu depois. “A gente não sabe se ele foi preso, se ele está com outro coiote, em trabalho escravo. Também não podemos descartar um naufrágio”, disse o irmão.

“Implorei para ele não ir”

A mãe do goiano, a dona de casa Idalira de Jesus, de 48 anos, conta que se ajoelhou aos pés do filho para que não viajasse, há quatro meses. Mesmo assim, Maykon seguiu o sonho dele de buscar uma vida melhor para a família. Há 40 dias sem notícias do jovem, ela diz que vive um “pesadelo”.

“Não como, já emagreci não sei quantos quilos, estou tomando remédio para dormir, estou com uma psiquiatra. Não é vida, estou vivendo pelo Senhor, pela esperança e por esses dois do meu lado [marido e filho caçula]”, desabafou a mulher ao G1.

Maykon Eder morava com os pais e o irmão em Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia. Segundo a família, há dois anos ele teve a ideia de ir para os Estados Unidos, tentou tirar o visto por duas vezes, mas não conseguiu autorização.