Brasileiro é condenado a sete anos de prisão por morte de conterrâneo em NJ

Sergipano terá que cumprir pena antes de ser deportado ao Brasil; crime aconteceu em 2015

0
5615
Felipe Amaral (esquerda) terá que cumpri sete anos de prisão pela morte de Dario
Felipe Amaral (esquerda) terá que cumpri sete anos de prisão pela morte de Dario

DA REDAÇÃO, COM BRAZILIAN VOICE –  O brasileiro Felipe Amaral, de 25 anos, terá que cumprir sete anos de prisão pela morte de Dario Rodrigues, de 64 anos – assassinado a facadas no bairro do Ironbound, na cidade de Newark, na noite de 2 de julho de 2015 – antes de ser deportado para o Brasil. As informações são do jornal Brazilian Voice.

Na época, após entregar o passaporte brasileiro aos detetives, Felipe tentou tirar uma segunda via no Consulado Geral de Nova York e fugir dos EUA, quando foi preso e oficialmente acusado de homicídio. A condenação de Amaral ocorreu no mês de junho depois de um acordo feito com a promotoria pública. Ele terá que cumprir sete anos de detenção nos EUA, depois de confessar o crime em troca de uma pena mais branda.

Na época, a morte brutal do imigrante abalou a comunidade brasileira na região, já que Felipe de Amaral havia recebido abrigo e ajuda financeira da vítima, quando imigrou aos EUA. A vítima e o acusado eram amigos e chegaram a morar juntos durante um tempo, no bairro de Ironbound. As investigações apontam que Dario o ajudou financeiramente e alguns amigos afirmam que o crime foi devido à uma cobrança de uma dívida que o acusado tinha para com a vítima.

Dario trabalhava como atendente numa lanchonete no Ironbound, e causou estranheza entre os colegas quando não compareceu ao almoço combinado anteriormente com um amigo e, posteriormente, ao local de trabalho para cumprir o turno da noite. Na ocasião, a vítima foi encontrada morta em seu quarto pelo dono do apartamento, depois que amigos pediram-lhe para abrir a porta principal do imóvel.