Brasileiro é encontrado morto em casa em Newark (NJ)

Comunidade se mobiliza para ajudar com despesas do funeral e para enviar o corpo para o Brasil

0
3968
A suspeita é que Fernando Bulhões tenha sofrido um infarto
A suspeita é que Fernando Bulhões tenha sofrido um infarto

O brasileiro Fernando da Silva Bulhões, de 49 anos,  foi encontrado sem vida no apartamento que compartilhava com um amigo no bairro do Ironbound, em Newark, no último dia 3. Ele residia nos EUA desde 2001 e trabalhava com pintura de casas e estabelecimentos comerciais, além de ter um papel atuante na igreja que frequentava. As informações são do Brazilian Voice.

O brasileiro foi encontrado pelo amigo no quarto onde ele dormia, de joelhos e ao lado da cama, depois que deixou de atender os telefonemas das pessoas preocupadas com a falta de resposta. A porta do quarto estava trancada e teve de ser arrombada.

Amigos relataram que, na segunda-feira (1), Fernando queixou-se de cansaço extremo e, posteriormente, não foi mais visto. Ele sofria de diabetes e pressão alta, entretanto, os paramédicos que foram enviados ao local relataram que, devido à rigidez cadavérica, o brasileiro havia morrido há pelo menos 12 horas e a coloração arroxeada da pele indicava a possibilidade da ocorrência de um infarto. Entretanto, os resultados da autópsia e exames de laboratório demoram algumas semanas para ser divulgados.

Bulhões deixou a ex-esposa, uma irmã e um filho de 15 anos nos EUA. No Brasil, ele deixou vários irmãos, uma filha de 20 anos e um filho de 27 anos.

Amigos criaram uma página no GoFundMe para arrecadar recursos para despesas com funeral e traslado para o Brasil. “Um guerreiro de nossa comunidade, que partiu e foi encontrado de joelhos ao lado de sua cama, um amigo, que foi encontrado sem vida na sua residência. Precisamos enviar o corpo desse compatriota para seus familiares no Brasil, e precisamos mais uma vez da união de nossa comunidade para arrecadação de fundos necessários para o traslado”, diz a página.