Brasileiro é preso ao comparecer ao escritório da Imigração em Massachusetts

Gilmar da Silva tinha ordem de deportação em aberto, já havia cumprido pena em 2012 e foi detido ao fazer o check-in periódico

0
9190
Gilmar e família na campanha do GoFundMe
Gilmar e família na campanha do GoFundMe

O brasileiro Gilmar da Silva foi detido pelo Immigration and Customs Enforcement (ICE) ao comparecer a uma das visitas periódicas agendadas no U.S. Citizenship and Immigration Services (USCIS) no dia 13 de abril em Burlington, Massachusetts.

Segundo a página do GoFundMe criada por amigos para angariar recursos para despesas com advogado, Gilmar – que já havia sido preso em 2012 pela Imigração – compareceu a uma visita de rotina no dia 11 de abril. Eles colocaram uma pulseira com GPS e disseram para ele voltar no dia 13 com advogado. “Infelizmente aconteceu o pior. Ele foi preso, com uma carta de deportação e com passaporte nas mãos dos agentes. Pedimos ajuda para custos com advogado para ver se há alguma possibilidade no caso dele. Gilmar da Silva é uma pessoa honesta e trabalhadora, muito querido entre os amigos”, afirma um amigo na descrição da página.

Gilmar é natural de Engenheiro Caldas (MG) e em 2012 ficou preso por 20 meses. Em 2013, ele foi solto, durante o governo de Barack Obama, e se comprometeu a comparecer ao escritório do Immigration and Customs Enforcement (ICE) anualmente.

Além disso, Gilmar recebeu o Social Security, autorização de trabalho e conseguiu tirar a carteira de motorista. Ele é pai de duas crianças nascidas nos EUA, sendo uma menina de 12 anos e um bebê de sete meses. Gilmar trabalha com pintura de prédios. (Com informações do Brazilian Times).