Imigração Manchete Notícias

Brasileiro é preso em operação federal que buscava imigrantes condenados por crimes sexuais

Um brasileiro de 35 anos foi preso em Lowell, Massachusetts, condenado por atentado violento ao pudor e agressão a uma criança. A identidade do homem ainda não foi revelada.

Brasileiro de 35 anos é preso em Lowell, Massachusetts, por crime sexual. Foto: Reprodução ABC News

Oficiais de deportação do Departamento de Imigração e Alfândega dos EUA (ICE), em parceria com o Departamento de Operações de Remoção e Execução (ERO) de Boston, prenderam um cidadão do Brasil durante uma operação que buscava imigrantes indocumentados condenados por crimes sexuais. A operação de âmbito nacional aconteceu entre 22 de outubro e 4 de novembro e resultou em um total de 138 prisões em todo o país.

Segundo comunicado divulgado pelas autoridades, um brasileiro de 35 anos foi apreendido em Middlesex County, Massachusetts, condenado por atentado violento ao pudor e agressão a uma criança menor de 14 anos pelo Tribunal Distrital de Lowell. A identidade do homem ainda não foi revelada.

“A segurança pública é nossa maior prioridade, e esta operação exemplifica nosso objetivo ao tirar os predadores e aqueles que cometem violência sexual das ruas”, disse Todd Lyon, diretor do escritório ERO do ICE em Boston.

Nas palavras do Diretor Executivo Associado do ERO, Corey Price, o objetivo da ação era “remover indivíduos ilegalmente presentes que cometeram crimes contra inocentes, para que esses não sigam prejudicando populações vulneráveis ​​dentro de nossas comunidades”.

As apreensões decorrentes da operação incluem um cidadão de El Salvador, por posse de pornografia infantil; um cidadão da Guatemala, condenado por voyeurismo e risco de ferir uma criança; e um hondurenho condenado por contato sexual com menor de idade.

Algumas das pessoas presas enfrentam ordem de deportação, outros serão mantidos sob custódia do ICE, aguardando audiências de imigração sob o Gabinete Executivo do Departamento de Justiça para Revisão de Imigração. De acordo com a lei dos EUA, quando o juiz ordena uma deportação, “o procurador-geral deve remover o estrangeiro do país no prazo de 90 dias”. O ICE ainda não comunicou qual é o caso do brasileiro capturado.