Brasileiro lidera ranking de relações casuais on-line

E o chat on-line é grande veículo de infidelidade conjugal

0
926

Os internautas brasileiros lideram um ranking global que considera a busca por relações casuais na internet, com intenção sexual. Para chegar a esta conclusão, a empresa de pesquisas de internet Global Market Insite entrevistou 17,5 mil pessoas de 18 países diferentes.

Em segundo lugar na lista estão os alemães, seguidos pelos mexicanos. A companhia não divulga o ranking completo –sabe-se, no entanto, que os poloneses aparecem em último lugar.

Os brasileiros ficaram com o primeiro lugar porque 29% deles admitiram usar a internet para buscar relações sexuais casuais. Cerca de 32% preferem namoros sérios e duradouros — deste grupo, 9% dizem procurar um parceiro para se casar.

Os internautas do Brasil também lideram na hora de assumir sua opção sexual, já que apenas 1% dos entrevistados não responderam a esta pergunta. Cerca de 95% disseram ser heterossexuais, enquanto 2% afirmaram ser homossexuais e outros 2%, bissexuais.

De todos os brasileiros entrevistados, 59% disseram ter experiências bem-sucedidas com relacionamentos on-line. Quando o assunto é traição, 56% afirmam que relacionamentos e sexo on-line se encaixam nesta categoria, enquanto 32% admitiram já ter traído seus parceiros via internet.

No quesito traição, os mais fiéis são os holandeses (9%), enquanto os menos fiéis são os internautas da Malásia (33%).