Brasileiro que já ganhou cinco maratonas na Disney sonha com Olimpíadas

0
1072

O baiano Fredison Costa manteve a hegemonia brasileira na competição que já venceram 16 das 23 maratonas

Fredison Costa já venceu cinco maratonas na Disney
Fredison Costa já venceu cinco maratonas na Disney

DA REDAÇÃO – Quando começou a correr interior da Bahia, Fredison Costa não imaginava que um dia se tornaria um maratonista profissional. Ainda menino, para economizar a sola do chinelo, ele corria descalço pelas ruas repletas de pedregulhos. Cenário bem diferente do atual. Aos 38 anos, ele divide espaço nas ruas com os principais nomes do atletismo mundial e já se tornou especialista em vencer a maratona do Walt Disney World. No mês passado, ele conquistou o seu quinto título, ficando atrás apenas do também brasileiro Adriano Bastos, que acumula oito troféus do Mickey. As informações são do GloboEsporte.

“Eu não imaginava que venceria cinco edições da maratona, nunca pensei que hoje estaria no top 10 dos corredores brasileiros. Mas não vou negar: sempre sonhei em vencer provas mundo afora. Sempre gostei de suar e correr. Sou um apaixonado por corrida”, contra Fredison, que já participou sete vezes da maratona e venceu em 2011, 2012, 2014, 2015 e 2016. Em 2010 e 2013 ele ficou na vice-liderança, perdendo o troféu justamente para o conterrâneo Adriano Bastos.

A maratona do Walt Disney World, de 43,19 km, ocorre por dentro de quatro parques da Disney em Orlando. O evento é considerado uma das principais provas do cenário internacional do atletismo, atraindo milhares de atletas que buscam visibilidade dentro da modalidade. Na edição deste ano, a prova teve a participação de aproximadamente 50 mil corredores.

“A maratona da Disney tem o seu grande valor no cenário internacional do atletismo, com repercussão enorme e visibilidade impressionante. Está no top 5 no mundo. Além de ser uma maratona charmosa, alegre, na qual você corre 43 km e 195 metros de pura magia, encantamento e alegria. Esse é o seu diferencial”, expressa Fredison. O atleta comemora a hegemonia do Brasil na prova, vencida em 16 das 23 edições por corredores tupiniquins.

Um dos sonhos de Fredison como corredor profissional é participar dos Jogos Olímpicos deste ano, que serão realizados no Rio de Janeiro. Mas, para isso, ele precisa melhorar a sua marca, que é de 2h18min, durante a maratona de Londres, que vai ser realizada em abril.

“Não preciso vencer a prova, preciso apenas fazer um bom tempo. Se eu correr abaixo de 2h15min eu tenho chance de representar o Brasil nos Jogos Olímpicos deste ano. São três vagas, as três estão ocupadas por atletas brasileiros que têm o tempo de 2h11min, 2h13min e 2h15min segundos. Então, correndo abaixo desse tempo, eu ocuparia a terceira vaga, mas eu preciso esperar também para ver se o tempo dos outros atletas não vai ser mais baixo”, explica Costa.