Brasileiro sofre queimaduras graves em acidente de trabalho nos EUA e precisa de ajuda

Rodrigo Borges de 28 anos foi atingido por uma explosão e sofreu ferimentos no rosto, braços, mãos e costas; ele está em coma induzido e a diária da internação é em torno de $10 mil

0
6055
Rodrigo Canella Borges sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus em quase metade do corpo (foto: Instagram)

O carioca Rodrigo Canella Borges, de 28 anos, foi hospitalizado na última sexta-feira (1), após sofrer queimaduras em 37% do corpo enquanto trabalhava em uma oficina mecânica em Indianapolis, no estado da Indiana. No momento do acidente, ele manuseava um maçarico para um serviço de solda. De acordo com testemunhas, as chamas que saíram da ferramenta possivelmente atingiram um produto inflamável e causou uma explosão. Rodrigo sofreu ferimentos no rosto, nos dois braços, mãos e costas. “Os colegas de trabalho foram rápidos para ajudar a apagar o fogo, os bombeiros também chegaram muito rápido, provavelmente foi isso que ajudou a salvar a vida dele”, disse a esposa Kallynny Lima, em um vídeo postado no Instagram.

Ela disse que o marido foi induzido ao coma por causa das dores intensas e submetido a uma cirurgia. Kallynny tem 30 anos e está grávida de nove meses da primeira filha do casal. “Nós sempre sonhamos em ter a nossa filha”, disse ao AcheiUSA, acrescentando: “Planejamos tanto o dia em que ela nascer e isso foi acontecer tão em cima”. Os prognósticos médicos previram que o tratamento pode se arrastar por 30 dias ou mais. Além do receio de o marido não poder acompanhar o parto da pequena Heaven, a brasiliense de 30 anos também se preocupa com a conta do hospital. Cada diária na ala de queimados do Eskenazi Health Hospital pode chegar a dez mil dólares. De acordo a esposa, a oficina mecânica que Rodrigo prestava serviços mantém o salário do brasileiro, mas não é suficiente para cobrir todas as faturas médicas, além dos gastos domésticos. O casal não tem parentes nos EUA e amigos criaram uma conta no site de arrecadações online GoFundMe. Eles pedem ajuda da comunidade para custear despesas hospitalares e também ajudar a mãe nos preparativos para a chegada da filha.

Nesta terça-feira (5), Kallynny publicou nas redes sociais que o marido saiu do coma por alguns momentos e comentou com a enfermeira sobre a gravidez. Na sequencia, ele foi novamente sedado para poupar energia. “Enquanto você dorme e se recupera, eu espero para contar a nossa filha o amor imenso que você tem por nós”, declarou Kallynny.  Até o fechamento desta matéria a campanha Help Rodrigo and his wife and unborn child havia arrecadado $25,8 mil de uma meta de $50 mil. Para fazer uma doação clique aqui.