Brasileiro vence candidatos de 76 países e leva ouro na Olimpíada Internacional de Física

Jovem paulista de 17 anos obteve a nota mais alta já atingida por um estudante no concurso e considera se mudar para os EUA para continuar os estudos

0
996
Jovem de Ribeirão Preto é o vencedor da Olimpíada Internacional de Física 2021 (foto: Divulgação)

O jovem Caio Siqueira, de 17 anos, superou 366 candidatos de 76 países como  China, Reino Unido e Estados Unidos e venceu a Olimpíada Internacional de Física (IPhO), considerada uma das competições científicas estudantis mais relevantes do mundo.

O evento, que não aconteceu em Tóquio, foi realizado pela primeira vez, entre 17 e 24 de julho, de forma remota, por conta das restrições da covid-19.

A delegação brasileira se reuniu em Campina Grande (PB) para fazer a prova monitorada por um júri sediado em Vilnius, na Lituânia.

Durante cinco horas, os competidores tiveram que demonstrar conhecimentos de física em uma prova teórica e outra experimental.

O vencedor contou ao site G1 que o estudo dessas disciplinas foram reforçados durante a pandemia, quando ele usou o período do lockdown na sua cidade, Ribeirão Preto, para  se dedicar com ainda mais intensidade. 

O comprometimento do jovem rendeu não somente garantiu o ouro do Brasil, mas a nota mais alta já atingida por um estudante no concurso.

Em 2019, ele também venceu a Olimpíada Brasileira de Física (OBF), da Sociedade Brasileira de Física (SBF), que o qualificou para disputar, com cerca de 200 outros estudantes brasileiros, as cinco vagas para a competição internacional —cada país pode ser representado por até cinco estudantes.

O Brasil já havia vencido o concurso nos anos 2011 e 2012 e os campeões dessas duas edições se mudaram para os Estados Unidos para continuar os estudos- mesmo destino planejado pela novo campeão.