Brasileiros registram a beleza sem fim de Fernando de Noronha

Expedição levou fotógrafos brasileiros radicados no sul da Flórida à ilha, em Pernambuco; entre eles os colaboradores do AcheiUSA Ronira Fruhstuck, Carlos Di Roberto Martinez e Márcio Salim

0
2006

DA REDAÇÃO – Um olhar de quem já está há algum tempo separado geograficamente das belezas da terra natal. Esse é o ponto em comum entre as imagens produzidas pela viagem feita por profissionais brasileiros das lentes, radicados no sul da Flórida, ao arquipélago de Fernando de Noronha, paraíso de belezas incontestáveis, um dos santuários ecológicos mais importantes do mundo e patrimônio da UNESCO, localizado próximo à costa de Pernambuco.


 

 

De 8 a 14 de agosto, sob a coordenação de Rose Anne Leitão, da Smart Trading Miami, e Ariel Yaari, uma turma que tinha entre seus integrantes os fotógrafos colaboradores do AcheiUSA Ronira Fruhstuck, Márcio Salim e Carlos Martinez, além de Jade Matarazzo, Thiago Costa e Antonio Martins, aterrisou no local para registrar as belezas naturais da ilha. Eles registraram não apenas as inspiradoras paisagens, mas também pessoas, gastronomia, arquitetura, flora e fauna e as muitas manifestações culturais típicas da ilha. Na programação, um passeio no Barco Happy Days, acesso a áreas restritas do Parque Nacional Marinho, e participação nas comemorações dos 512 anos da ilha. Eles também puderam presenciar o batismo das águas de Noronha feito por uma monja budista. Tudo isso ao sabor da gastronomia premiada da ilha.

“Sinto-me um pouco como parte do paraíso que estimula o andar sem compromisso, o sorrir à toa, conhecer as pessoas pelo nome, ver os crepúsculos mais lindos e ter a tranquilidade de que nada de ruim vai me acontecer. Não há violência, é uma vibe que só Noronha tem… Voltar é deixar um pouquinho de mim naquele paraíso, e é também trazer comigo uma energia boa, uma paz de espírto, ter a alma renovada com o aconchego e carinho que recebi dos amigos queridos e de cada uma das pessoas maravilhosas que eu conheci, que contribuíram de maneira especial para que a viagem fosse inesquecível, do começo ao fim. Meu sorriso entrega,” descreveu Rose Anne Leitão.


 

 

O projeto “Amo Noronha” foi organizado por Rose Anne (considerada uma verdadeira “embaixadora” de Pernambuco nos Estados Unidos) e faz parte do projeto ArtBrasil, de Jade Matarazzo e Maria do Carmo Fulfaro. A ideia é fazer uma exposição de fotografias da ilha na Flórida, divulgando Noronha no estado. Patrick Muller, fotógrafo francês radicado em Noronha, também participará da mostra.

O Amo Noronha (amonoronha.com) é também um portal turístico, fruto da parceria de Tuca Sultanum com o ator global Bruno Gagliasso, que oferece as melhores indicações para turistas de todo Brasil, e agora também dos Estados Unidos.

Os cliques dos fotógrafos colaboradores do AcheiUSA que ilustram a página representam o sentimento de quem conhece o arquipélago.

Quem ficou curioso para ver mais imagens vai poder conferir todo o material produzido na exposição ArtBrazil, que será realizada de 4 a 28 de setembro no espaço cultural ArtServe, em Fort Lauderdale. A exposição fará parte das comemorações na Flórida da Independência do Brasil.

No dia 9 de setembro haverá uma recepção para os artistas e patrocinadores, e no dia 10 a abertura para todo o público do ArtBrazil e do Amo Noronha em Miami.

“Diz a lenda que o navegador Américo Vespúcio ao chegar no arquipelágo de Fernando de Noronha disse: O paraiso é aqui! E ele nao estava brincando! Difícil não se emocionar com as belezas naturais de Noronha. De um lado, o mar de dentro com suas baías calmas de águas cor de esmeralda. De outro, o mar de fora com suas cavernas, ventos ensurdecedores, e águas profundas de azul intenso. Noronha também encanta por sua história fascinante: primeira capitania hereditária do Brasil, até Darwin também passou por lá! Tudo isso somado à simpatia de seu povo, faz da Ilha um destino muito especial. Esta foto foi capturada no Forte da Vila dos Remédios durante o por do sol e mostra a Praia do Cachorro, Praia do Meio, Praia da Conceição e os Dois Irmãos ao fundo.” – Ronira Fruhstuck

“Fernando de Noronha é um lugar sagrado, onde o ser humano encontra a paz na natureza e a paz interior.” – Marcio Salim

“Caminhamos e esperamos por algumas horas na linda Baía do Sueste, no lado do mar aberto da Ilha de Noronha para ver o sol nascer. Nesse momento podemos ver a pequena luz da lua minguante e a serenidade do momento mágico do nascimento do dia.” – Carlos Di Roberto Martinez