19° Brazilian Film Festival of Miami abre com filme dedicado ao Mago do Carnaval

“Trinta” conta parte da vida de Joãosinho Trinta e sua estreia como carnavalesco pelo Salgueiro nos anos 1970

0
891

DA REDAÇÃO – O carnaval brasileiro, uma das festas mais emblemáticas da nação, não seria o mesmo sem o brilho das alegorias criadas pelo maranhense Joãosinho Trinta. A vida do carnavalesco, que morreu em 2011, é o tema do documentátio “Trinta”, assinado pelo diretor Paulo Machline, e que é o filme de abertura da 19ª edição do Brazilian Film Festival of Miami (assista ao trailer acima). O longa será exibido ao público do festival na primeira noite do evento, no dia 12 de setembro (sábado).

“Trinta” reproduz o Carnaval de 1973, o primeiro em que “Joãosinho das alegorias” assumiu como carnavalesco responsável pelo desfile do Salgueiro, na Sapucaí. O diretor diz que o filme é uma homenagem a um lado do Carnaval que não é mostrado: o dos trabalhadores. Cenas de construções de carros alegóricos, elaboração de samba-enredo e criação das fantasias ocupam boa parte do longa.

No longa, o carnavalesco é vivido por Matheus Nachtergaele. Segundo o ator, o tom épico a produção o impressionou. “Uma coisa que me emocionou foi acompanhar tudo aquilo crescendo. Todos os dias, os adereços e fantasias tinham caminhado como se eu estivesse vendo o Carnaval ser montado de verdade”, disse ao portal G1.

Outros nomes no elenco são a atriz Paolla Oliveira e os atores Milhem Cortaz, Marco Ricca e Tati Gabus.

O diretor Paulo Machline conta que foi desafiador contar a história da vida de Joãozinho no documentário. Ele tinha medo de tentar abarcar toda a trajetória do carnavalesco e acabar perdendo o personagem no meio da história.

“Percebi que precisava selecionar o meu recorte. Li e reli o roteiro e descobri que o que eu queria contar estava entre as páginas 65 e 90. Não me interessava o mito, mas o homem. Se Joãosinho fosse um super-herói, meu recorte seria aquele momento sobrenatural em que o herói descobre seus superpoderes”, resumiu o cineasta ao Estadão.

Organizadora do festival, Viviane Spinelli explica a razão da escolha do filme. “’Trinta’ venceu o prêmio de público do festival Circuito Inffinito em Montevidéo, no Uruguai, e foi escolhido para abrir o BRAFF por ser um filme lindo e poético, para ser exibido na área aberta do Wallcast mostrando como foi pensado o primeiro carnaval de Joasinho Trinta”, afirmou. “Joãosinho revolucionou o carnaval carioca, trazendo uma concepção erudita das óperas, da sua experiência como bailarino e cenógrafo no Teatro Municipal para o desfile de carnaval, e criando um conjunto harmônico de enredo intercalado com as alas, fantasias e alegorias. Uma experiência poética, sedutora e divertida!”

SERVIÇO
‘Trinta’ @ BRAFF
Data: dia 17 (sábado)
Local: New World Center (500 17th St, Miami Beach, FL 33139)
Preço: grátis (com cadastro no site inffinito.com/en/index.php/general)
Informações: inffinito.com