Câmara dos Deputados deve votar impeachment de Trump até o Natal

Pelosi afirmou que presidente abusou de seu poder para obter ganhos políticos pessoais

0
855
Pelosi: "Os fatos não podem ser contestados" (Foto: US Department of Labor)

A presidente da Câmara dos Deputados, a Democrata Nancy Pelosi, anunciou nesta quinta-feira, dia 5, que começará a redigir o texto que fundamentará, se aprovado, o impeachment do presidente Donald Trump. A decisão pode fazer com que a Casa vote as acusações de crimes graves e condutas impróprias antes do Natal. Para ela, está claro que Trump violou seu juramento ao pressionar um país estrangeiro para apoiá-lo nas eleições do próximo ano. “Os fatos não podem ser contestados. O presidente abusou de seu poder para benefício político próprio, às custas da segurança nacional ao reter ajuda militar em troca do anúncio de uma investigação sobre seu rival político”, disse a deputada, referindo-se as negociações com a Ucrânia, que pedia auxílio financeiro e armas no valor de $ 319 milhões. Segundo ela, Trump pressionava o país para investigar o filho de Joe Biden, que trabalhou numa empresa de energia ucraniana. “Seus erros atingem o coração da Constituição. Nossa democracia está em risco. O presidente não nos dá escolha a não ser agir”, acrescentou Pelosi. Esta semana marcou o início do debate no Comitê Judiciário para determinar se as ações de Trump devem ser punidas com impeachment.