Caminhão atropela e mata pedestres na Suécia

Governo acredita que foi um atentado; três mortes foram confirmadas

0
2218
Mancha de sangue pode ser vista na calçada FOTO REUTERS
Mancha de sangue pode ser vista na calçada FOTO REUTERS

Um caminhão atropelou pedestres em uma importante rua do centro de Estocolmo, na Suécia, nesta sexta-feira (7).  Pelo menos três pessoas morreram e várias ficaram feridas, segundo a policia sueca, citada pela agência estatal TT.

Serviços de segurança do país afirmam que se trata de um atentado, diz a France Presse. O primeiro-ministro, Stefan Löfven, fez uma breve declaração: “A Suécia foi atacada. Tudo aponta para um atentado terrorista”, afirmou.

A polícia recebeu informação, ainda não confirmada, de que tiros teriam sido disparados.

A polícia isolou a área e pediu que as pessoas evitem o centro da cidade. O serviço de metrô foi paralisado, segundo a agência local TT. Pouco depois do atropelamento, foi ordenada a evacuação da estação central de Estocolmo, diz a TT.

O incidente ocorreu perto de grandes lojas, no cruzamento da rua peatonal mais frequentada da capital e uma das principais artérias da cidade, a Drottningatan.

Em seu Twitter, a polícia afirmou que não tem detalhes sobre o número de feridos e o estado de saúde deles.

A União Europeia ofereceu apoio e solidariedade à Suécia. “Um ataque a qualquer um dos nossos estados membros é um ataque a nós todos”, disse Jean-Claude Juncker, presidente do Executivo do bloco, que enviou condolências aos familiares das vítimas e elogiou o “trabalho corajoso” de quem socorreu os feridos.

Após o ataque na Suécia, policiais vão carregar armas por período indefinido nas principais cidades da Noruega e no aeroporto de Oslo, informou a polícia local.