Candidata à prefeitura comenta planos para a comunidade brasileira em Doral (FL)

Claudia Mariaca, ativa na comunidade brasileira em Doral, é endossada pelo atual prefeito Bermudez

0
829
A candidata à prefeitura de Dora, Claudia Mariaca. Foto: Divulgação

Claudia Mariaca, vereadora conhecida por sua atuação na comunidade brasileira em Doral (FL), é candidata à prefeitura da cidade com apoio do atual prefeito JC Bermudez. Segundo ela, se eleita, brasileiros residentes na região serão representados e ouvidos, em português, sobre questões em áreas como educação, segurança pública e empreendedorismo.

Nascida em Buenos Aires, na Argentina, Claudia morou em São Paulo por 12 anos, onde fez escola primária e conheceu, ainda criança, o atual esposo, o brasileiro Carlos Mariaca. “Morei mais tempo no Brasil do que no meu país de origem”, disse a candidata em entrevista ao AcheiUSA. Vem daí o português fluente e a conexão com a cultura brasileira.

Aos 18 anos, Claudia mudou-se para Boston, nos Estados Unidos, onde estudou Ciências Econômicas e Finanças no Bentley College. “Por coincidência, Carlos também havia se mudado para Massachusetts e começamos a namorar”, conta.

Casados desde 1999, Claudia e Carlos tem juntos dois filhos, Carina e Rodrigo. “Meus filhos falam inglês, espanhol e português, e sei da importância dessa educação para famílias multiculturais como a nossa”, comenta Claudia, que vive em Doral há mais de 20 anos. Em 2013, ela começou a se envolver na política local, participando de reuniões da Câmara Municipal, até ser eleita vereadora em 2016. Claudia Mariaca serviu também como vice-prefeita por dois anos.

Claudia com o marido, Carlos Mariaca, e os filhos Rodrigo e Carina. Foto: Divulgação

Se eleita, em novembro, a candidata promete seguir apoiando os programas de língua portuguesa nas escolas públicas da região. Além disso, Claudia quer manter o evento anual “Doral Loves Brazil”, ação que ela ajudou a fundar, em 2017. Em setembro, numa parceria com o The55Project, a cidade promoveu uma exibição de arte sobre a Amazônia brasileira com obras feitas por estudantes de escolas públicas locais. “Nos últimos anos, organizamos uma série de celebrações em parceria com cidadãos e descendentes de brasileiros na cidade”, diz.

Quando se trata de empreendedorismo, Claudia afirma que vem crescendo o número de negócios geridos por brasileiros na região e menciona a empresa de coworking Venture X, em Doral desde 2019, e a fábrica da multinacional brasileira Bauducco, inaugurada em 2016. “Empreendedores escolhem nossa cidade por conta das políticas de segurança e gestão que favorecem novos negócios”, conta.

Se eleita, Claudia tem planos de aumentar o tamanho do departamento de polícia enquanto contrata oficiais qualificados para manter os moradores seguros. Ela também promete trabalhar com os comissários do condado para remover a usina de Covanta, um incinerador de lixo, dos limites da cidade.

Conhecidas como “midterms”, as votações de meio de mandato começaram na segunda-feira (24), com boa parte das cédulas enviadas aos eleitores por correio. As eleições encerram com votação presencial no dia 8 de novembro. Os eleitos iniciarão seu mandato em 3 de janeiro de 2023.