Cansados de esperar, dezenas de imigrantes desafiam tropas e escalam cerca na fronteira

Segundo levantamento recente, seis mil imigrantes da caravana estão em Tijuana (cidade fronteiriça) e mais de dois mil já tiveram problemas de saúde e receberam tratamento. Cerca de 100 pessoas estão piolhos na cabeça e diversas infecções de pele, segundo o departamento de saúde mexicano

0
1982
Imigrantes estão cansados e frustrados FOTO Alkis Konstantinidis REUTERS
Imigrantes estão cansados e frustrados FOTO Alkis Konstantinidis REUTERS

Mais de 20 integrantes da caravana de imigrantes da América Central escalaram a cerca na fronteira dos EUA com o México, cansados de esperar pelo processamento da requisição de asilo político.

Para escalar a cerca de mais de três metros de altura, eles usaram cobertores e cordas. Alguns conseguiram escapar, mas a maioria se entregou a agentes da U.S. Border Patrol.  De acordo com a Reuters, inclusive mulheres com crianças tentaram escalar a cerca.

Em menos de uma hora repórteres da Reuters observaram cerca de duas dezenas de pessoas escalarem a cerca de aproximadamente três metros de altura, feita de placas e pilastras grossas de metal. Elas escolheram um ponto junto a uma vala coberta de vegetação onde a cerca é ligeiramente mais baixa.

Pouco antes do anoitecer, três pessoas magras se espremeram pela cerca junto à praia e logo foram apreendidas pela Patrulha de Fronteira dos EUA, disseram testemunhas.

Mas à medida que escurecia mais e mais imigrantes faziam a travessia, muitos levando crianças ao longo da divisa terra adentro. Algumas transformaram cobertores em cordas para ajudar familiares a escalarem. Uma mãe acompanhada dos filhos ultrapassou a primeira cerca e desapareceu na escuridão.

Prefeito de Tijuana reclama

O prefeito da cidade fronteiriça de Tijuana, Juan Manuel Gastelum, disse à Fox que a cidade não consegue mais comportar tantos forasteiros e que está em crise. “Nas seis horas que a fronteira ficou fechada, nós perdemos 129 milhões de pesos. Isso não é justo. Como você acha que as pessoas em Tijuana se sentem com tantas pessoas de foram causando problemas”, questionou.

Segundo levantamento recente, seis mil imigrantes estão em Tijuana e mais de dois mil já tiveram problemas de saúde e receberam tratamento. Cerca de 100 pessoas estão piolhos na cabeça e diversas infecções de pele, segundo o departamento de saúde mexicano.

O departamento está preocupado com um surto de hepatite por causa das condições precárias de higiene. (Com informações da Reuters e Fox).