Ceia de Thanksgiving fica 20% mais cara em 2022, maior alta registrada em 37 anos

Segundo pesquisa do American Farm Bureau Federation, o custo médio da refeição de Ação de Graças chegou a $6,5 por pessoa, contra $5,3 do ano passado. Peça central da ceia, o peru está em média 21% mais caro.

0
549
Com valor médio de $6,5 por pessoa, a ceia de Thanksgiving é a mais cara em 31 anos. Foto: Walmart

Quase todos os ingredientes que compõem a tradicional ceia de Thanksgiving americana estão mais caros em 2022. Isso é o que afirma a pesquisa divulgada nesta segunda-feira (21) pelo American Farm Bureau Federation. Inflação e interrupção na cadeia de suprimentos são alguns dos motivos apontados pela organização.

De acordo com o estudo, o custo médio da refeição de Ação de Graças para dez pessoas é de $64,05, aproximadamente $6,5 por pessoa. O valor é cerca de 20% mais alto do que o registrado no ano passado, com $5,3 por pessoa, e o mais caro já registrado em 37 anos de pesquisa.

Peça central na maioria das mesas de Thanksgiving, o peru está cerca de 21% mais caro, em média $28,96 pela peça de 16 libras.

A pesquisa foi feita entre 18 a 31 de outubro, antes que a maioria das redes de supermercados começassem a divulgar ofertas especiais para as festas. Por isso, alguns varejistas afirmam que é possível adquirir a ceia por menos do que a média nacional apontada pelo estudo. Caso do Walmart, que oferece peru e algumas guarnições com preços iguais aos do ano passado. O mercado Aldi também anunciou que igualaria os preços de 2019 com descontos de até 30% em itens para a ceia de final de ano.

A inflação geral nos Estados Unidos flutua entre 7% e 9% este ano mas, segundo último relatório divulgado pelo Índice de Preços ao Consumidor, alimentos consumidos em casa ultrapassaram essa marca e estão 12% mais caros em relação a 2021.