Cento e quarenta brasileiros são presos na fronteira entre o México e Arizona

Por meio de câmeras de segurança, agentes viram grupo tentar atravessar a fronteira e o interceptou nesta quinta-feira (16)

0
3860
EUA e México restringem passagem pela fronteira (Foto Donna Burton – US Border Patrol)

Agentes da Patrulha de Fronteira interceptaram um grupo de 140 brasileiros tentando atravessar a fronteira do Arizona com o México na madrugada de quinta-feira (16).

Segundo informações do chefe da Patrulha de Fronteira do Setor Yuma em postagem no Twitter, Chris T. Clem, o grupo foi visto por meio de câmeras de segurança monitoradas por agentes. “Agentes da Patrulha de Fronteira detiveram um grupo de 140 imigrantes brasileiros nesta manhã. Até o momento, neste mês, os agentes se depararam com uma média diária de mais de 600 migrantes, um aumento de mais de 2.000% em relação ao ano passado”.

O Setor Yuma é responsável por patrulhar o sudeste do Arizona. Sua jurisdição se estende por 470 mil quilômetros quadrados em uma área entre os Estados da Califórnia e do Arizona.

Segundo o governo, o Yuma é um dos “setores de patrulha de fronteira que mais cresce no país, tendo dobrado de tamanho desde 2004”.

De acordo com informações do G1, de outubro de 2020 a agosto deste ano, 46.410 brasileiros foram detidos ao cruzar ilegalmente a fronteira sul do país através do México — um número recorde, de acordo com dados do órgão de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos.

Só em agosto, 9.098 tentaram a travessia, a maior marca desde o início do ano fiscal de 2021 (que vai de 1º de outubro de 2020 a 30 de setembro de 2021).

O número total deste ano fiscal (46.410) já supera em mais de seis vezes o total do ano fiscal de 2020 (ou seja, de 1º de outubro de 2019 a 30 de setembro de 2020), quando o contingente de brasileiros detidos nessa rota migratória foi de 7.161.