China registra primeiras mortes por covid-19 após mais de um ano

País vive seu pior surto de coronavírus desde o final de 2019, quando a pandemia começou em Wuhan

0
607
Quase totalidade dos casos identificados na China são da variante ômicron (foto:NBC)

Duas pessoas morreram por consequências da covid-19 na China no ultimo sábado (19), elevando o total de óbitos provocados pelo vírus no país para 4.638.  As mortes ocorreram na província de Jilin e romperam um período de mais de um ano sem casos fatais da doença. As vítimas foram um idoso de 87 anos e outro indivíduo de 65, segundo relatou o Ministério da Saúde chinês. Um deles não estava vacinado. A China vive seu pior surto de covid desde o final de 2019, quando a pandemia começou em Wuhan. Nas últimas semanas, mais de 29 mil pessoas testaram positivo e cerca de  30 milhões de cidadãos foram colocadas em confinamento  para frear a propagação do vírus.  Apesar de ainda parecer baixo para uma nação de 1,4 bilhão de habitantes, o índice preocupa as autoridades que adotaram uma  política rígida de zero casos. 

Em Jilin, onde foram relatadas as mortes, os habitantes estão proibidos de viajar e necessitam de uma autorização da polícia para poder deixar a região. Em Shenzhen, cidade conhecida por produzir jogos eletrônicos e smartphones para todo o mundo, a prefeitura paralisou os transportes públicos e determinou o confinamento de seus 17,5 milhões de habitantes. Hong Kong fechou a maioria de suas praias, depois que fotos de moradores sem máscara e aproveitando o sol circularam nas redes sociais.